Paladar

O Cachacier

Tudo sobre cachaça, por Mauricio Maia

No mais prestigiado concurso de destilados do mundo, cachaça leva 2 dos 5 prêmios

O mercado externo está maduro para a cachaça. E nós, estamos maduros para nossa própria bebida nacional?

07 setembro 2018 | 20:20 por Mauricio Maia

Este mês estive na Bulgária, mais precisamente na cidade de Plovdiv, para presidir um dos júris do maior, mais importante e mais prestigiado concurso de destilados do mundo, o Spirits Selection by Concours Mondial de Bruxelles.

O sucesso da cachaça no velho continente é visível. Dos cinco destilados que receberam a medalha de Revelação, eleitos como “os melhores destilados do mundo”, dois são cachaças.

 

Posto de presidente da mesa. Spirits Selction.

Pronto para presidir a mesa 4 do júri no Spirits Selection em Plovdiv, Bulgária. Foto: Mauricio Maia/Arquivo pessoal

 

O Spirits Selection by Concours Mondial de Bruxelles teve lugar de 21 a 23 de agosto. Foi a maior e mais grandiosa etapa já realizada deste concurso. Foram 1.300 amostras de 50 países, 78 jurados das mais diversas nacionalidades e três dias de degustações às cegas. Três tipos de medalhas foram concedidas: Grandes Medalhas de Ouro, Medalhas de Ouro e Medalhas de Prata. Mais uma vez, a competição provou ser um termômetro para as últimas tendências na arena das bebidas destiladas.

Além das medalhas, os jurados também concederam o Troféu de Revelação para quatro bebidas. Os troféus são concedidos apenas após uma segunda prova cega com os presidentes dos 13 juris, tornando-os altamente seletivos. Os vencedores são considerados inovadores, em sintonia com as expectativas atuais e indicativos das tendências atuais do mercado:

● Cachaça Gouveia Brasil 44, produzida na cidade Turvolândia/MG.
● Rum agrícola Reimonenq Rhum Vieux Première Cuvée, de Guadalupe.
● Tequila Campo Azul Diamond, do México.
● Pisco Tres Erres, do Chile.

Agora é uma tradição que o júri conceda também um prêmio de Revelação de Produção Orgânica para o destilado orgânico que causou a melhor impressão nos juízes durante as degustações. Este ano, a Cachaça Perfeição, produzida pelo “roqueiro” Marcelo Bonfá, em Santo Antonio do Rio Grande, também em Minas Gerais, tornou-se a vencedora deste prestigiado troféu.

 

Cachaça Perfeição

Marcelo Bonfá e a sua Perfeição, no canal Drink and Roll. FOTO: Beto Padreca/DrinkAndRoll

 

Portanto, digo mais uma vez: dentre os cinco melhores destilados do mundo, dois são cachaças!

A lista de prêmios deste ano contou com 29 Grand Gold Medals. Entre eles, o rum se destacou ao conquistar oito das medalhas, seguido pelo baijiu que claramente ganhou força este ano com sete prêmios. Algumas grappas, um uísque, um armagnac e algumas cachaças também estavam entre os vencedores de primeira linha. Vale destacar também que outros destilados brasileiros como a Guaaja Tiquira, do Maranhão e os gins BEG Gin e Jungle Gin, também trouxeram suas medalhas.

Em 2019 o concurso viaja para a cidade de Lyliang – Província de Shanxi, na China.

Dentre as cachaças, as premiadas foram:

Medalhas de Prata:

● Alambique Brasil Prata
● Bem Me Quer Ouro
● Casa Três Vendas Ouro Blend
● Coqueiro Ouro
● Guaraciaba Jequitibá
● Heats Brazil Premium Carvalho
● Indiazinha Flecha De Ouro 1.5 anos Amburana-Castanheira
● Indiazinha Flecha De Prata
● Ouro 1
● Senta a Pua
● Tellura Prata
● Vale Verde Prata
● Ypióca 150 Anos
● Ypióca Cinco Chaves

Medalhas de Ouro:

● Catarina Única
● Companheira Envelhecida 2013
● Engenho d’Ouro Carvalho Extra Premium 2013
● Guaraciaba Premium
● Matriarca Jaqueira 2017
● Matriarca Prata 2017
● Soledade Bálsamo
● Soledade Pau-Brasil

O sucesso da cachaça no velho continente é uma realidade. O consumidor europeu já sabe reconhecer a qualidade de uma cachaça premium mostrando-se interessado, maduro e ávido pelas novidades. Porém nossa cachaça ainda tem dificuldades de chegar lá. Não estaríamos nós mesmos em descompasso com o mercado e criando barreiras imaginárias?

 

Evento sobre cachaça em São Paulo

Diante de tanto sucesso do nobre destilado brasileiro frente um público especializado nas bebidas mais finas do mundo, o que falta para a cachaça dominar a Europa? A resposta para estas e outras perguntas você poderá ter no evento gratuito que acontecerá no dia 20/9 em São Paulo:

Cachaça: símbolo nacional
Como promover, consolidar e reconhecer o produto que é a cara do Brasil
Meet Point Diageo-Estadão
Quando: 20 de setembro, das 8h30 às 12h
Onde: Holiday Inn Anhembi – R. Prof. Milton Rodrigues, 100, Parque Anhembi
Inscrições: estadaoeventos.com.br

 

Veja aqui a relação completa de todos destilados premiados por país:

Vejo vocês por lá! Saúde!

Tags:

Ficou com água na boca?