Paladar

Projeto social da Enocultura

06 fevereiro 2015 | 07:45 por Marcel Miwa

A Enocultura, escola paulista de formação em vinhos credenciada pela britânica WSET (Wine & Spirits Education Trust) apresentou os primeiros bons resultados de um projeto social que visa formar pessoas de baixa renda como sommelier.

Na primeira etapa, em setembro de 2014, foram dadas aulas sobre história da profissão, introdução ao vinho, harmonização e serviço, e a degustação. Os dois melhores alunos ganharam bolsas de estudo para frequentar os níveis I e II do WSET. A aluna com melhor desempenho, Ana Paula Zanelato Pereira, ganhou como prêmio uma vaga de sommelier trainee no restaurante Le French, um dos parceiros da iniciativa social.

Paulo Brammer (esq.) e Thiago Mendes(dir.), sócios da Enocultura, com Ana Paula, melhor aluna do curso

Ainda que um sommelier não se faça apenas com 10 horas de curso, a iniciativa de capacitar novos profissionais no serviço do vinho merece destaque.

Em 2015, novas vagas devem ser abertas para acolher profissionais de hospitalidade, como garçom e barman, interessados em ingressar no universo dos vinhos mas sem renda para participar dos cursos WSET.

Tags: