Paladar

Bons vinhos do Chile e Argentina

07 fevereiro 2008 | 14:58 por Jamil Chade

Já faz algum tempo, mas agora me animei a falar sobre uma gostosa experiência, a minha partição o no corpo de jurados do Cata d´Or Grand Hyatt, que selecionou bons vinhos do Chile e Argentina.

Em seguida, vou colocar no blog os vinhos chilenos que um jurado de especialistas britânicos selecionaram entre os melhores do Chile e depois, a lista dos melhores argentinos segundo o bom guia Viñas Bodeaga & Vinos da Austral Spectator.

No Cata d´Or foram centenas de vinhos degustados num semana. Cansativo, mas gostoso ao mesmo tempo. Os que conseguiram medalhas são boas indicações para o consumidor, mas não há e nem poderia haver garantias de que eles são os melhores de cada categoria. Em vinhos, não há palavras definitivas. Há boas indicações, que podem e devem ser checadas pelo consumidor. Tudo depende do páreo, dos que disputam um determinado concurso. Há páreos com ótimos participantes (como aconteceu), mas é sempre bom lembrar que a pior classe da pior escola tem também seu primeiro aluno.

Nem todas as grandes vinícolas participam de concursos. Isso é normal e acontece em quase todos os certames. Muitas que já são famosas, conhecidas, provavelmente acham que não têm nada a ganhar e poderiam ter algo a perder. Quem olhar as listas dos agraciados com medalhas vai notar a ausência de grandes nomes do Chile e da Argentina. Para outras, os concursos são meios de ganhar notoriedade, de despertar o interesse do consumidor. É assim mesmo.

O Cata d´Or é um concurso sério, bem organizado e bastante abrangente, no qual foram provados 810 tintos, brancos, rosados e espumantes desses dois grandes países produtores.

Os vinhos foram provados às cegas por um júri de 21 conhecedores de 17 países em várias sessões, sempre pela manhã, em Santiago e Mendoza. Eram sempre três comissões de cinco provadores, coordenadas por jurados experientes, como Maria Isabel Mijares, da Espanha, grande conhecedora; Luiz Fernando Otero, do México, um grande companheiro, que me ajudou muito nas degustações, pois eu não tinha familiaridade com as fichas utilizadas e Emanuelle Pelucci, da Itália. A experiência valeu também pela convivência e camaradagem com tantos conhecedores e entusiastas. O vinho, mais uma vez, forjando amizades e facilitando a troca de informações.

Os que participaram das comissões de julgamento: Fumiko Akisaka, do Japão, Christine Austin, da Inglatera, Edmundo Bordeu, do Chile, Eduardo Brethauer, do Chile, Joelle Brouard, da França, Consuelo Ceppi de Leco, do Chile, John Chua, de Cingapura, Sérgio Correa, do Chile, David Narsai, dos Estados Unidos, Carlos de Piérola, do Peru, Edward Finstein, do Canadá, Jószef Kosarka, Hungria, Carolyn Maurer, da Alemanha, Philippo Pszczkplwski, do Chile, Héctor Riquelme, do Chile, Jan Willian Rook, da Holanda, Ellen Zou, da Chinal, Cristina Pandolfi de Fernandéz, da Argentina e Enrique Charabolowsky, da Argentina.

Isabel Saiz fez um trabalho esplêndido na organização do concurso, muito bem assessorada por Reginald Dawkins e Roberto. Uma equipe de primeira. Pessoas simpáticas, eficientes, com as quais foi gostoso trabalhar e conviver.

Em Santiago, foram utilizados computadores portáteis e ficou mais fácil avaliar os vinhos. Já em Mendoza, foi tudo na mão, utilizando uma ficha que principalmente pune os defeitos para, indiretamente, avaliar as qualidades. A aparência, o aroma (intensidade e qualidade), o gosto (intensidade e qualidade) e a harmonia são avaliados pelos degustadores. Para cada quesito, um peso. Os degustadores devem avaliar e dar notas aos defeitos ou pontos fracos dos vinhos. Maior o defeito, maior a nota. Assim, os produtos com menos pontos são os melhores. Teoricamente, um vinho com a nota 0, seria perfeito. Apanhei muito dessa ficha de avaliação. Estou acostumado a avaliar as qualidades dos vinhos e a comentá-las. Acho que apenas notas, sem os comentários, ficam meio vazias.

Evidentemente, cada grupo provou um número limitado de vinhos. Seria impossível provar os 810 exemplares.

CHILE

Vamos ficar apenas com os 12 que conseguiram gran medallas e os 49 medallas de oro. São mesmo muitos os que conseguiram medalhas de prata (106), mas é bom lembrar que as regras do concurso dizem que não mais de 30% podem ser agraciados. Esses concursos são normalmente generosos. Não foram anunciados os vinhos sem medalhas.

GRANDES MEDALHAS DE OURO

• Estampa-Syrah, Cabernet Sauvignon e Merlot 2005
• Arboleda Carmenère 2005
• Caliterra Tribute Carmenere,2205
• Santa Amália Samana Carmenère Reserva (ao qual dei 87 pontos)
• Ravanal Carmenère
• Miguel Torres Santa Digna Cabernet Sauvignon
• Apaltagua Tutunjian Pacifico Sur
• Valdivieso Reserva Merlot (ao qual dei 91 pontos)
• Botalcura El Delírio Cabernet Sauvignon
• Gran Araucano Chardonnay
• Falernia Carmenère-Syrah Reaserva
• Willian Cole Mirador Selection Sauvignon Blanc

MEDALHAS DE OURO

• Tabali Chardonnay Reserva Especial
• Viu Manent Secreto Sauvignon Blanc
• Três Palácios Merlot Reserva
• Três Palácios Cholqui Merlot
• Viñedos Emiliana Syrah Reserva Especial
• Errazuriz Max Reserva Cabernet Sauvignon
• Apaltagua Estate Carmenère
• Bisquertt Casa La Joya Reserva Merlot
• El Aromo Reserva Privada Carmenère
• Errazuriz Ovalle Panul Reserve Oak Aged
• Errazuriz Ovalle Panilongo Carmenère
• Caliterra Tribune Cabernet Sauvignon
• Errázuriz Max Reserva Shiraz
• Sol de Chile Syrah Reaserva
• Viña Balduzzi Cabernet Sauvignon Reserva
• Cremaschi Furlotti Tierra del Fuego Syrah Gran Reserva
• Santa Helena Premium Varietal Shiraz
• Valdivieso Grand Brut Sparkling Wine
• Casa Silva Colección Carmeenère (ao qual dei 91 pontos)
• Casa Silva Gran Reserva Los Lingues Carmenère
• Undurraga Aliwen Reserva Cabernet Sauvignon-Merlot
• Casa Silva Doña Dominga Reserva Shiraz
• Casablanca Nimbus Cabernet Sauvignon
• Cremaschi Furtoti Edicción Limitada da Família
• Casa Silva Sauvignon Gris
• Errazuriz Ovalle Véo Grand Carmenère
• Errázuriz Ovalle Tricyclo Merlot-Cabernet Sauvignon-Malbec
• Caliterra Tribune Malbec
• Viña Sutil Limited Release Carmenère
• Lagar de Bezana Syrah Edición Limitada
• Errazuriz Ovalle VEO Ultima Syrah
• Peralillo Arenal Carmenère (ao qual dei 88 pontos)
• Haras de Pirque Equus Cabernet Sauvignon
• Três Palácios Sauvignon Blanc Reserve
• Bisquerrt Casa La Joya Reserva Sauvignon Blanc
• Leyda Vintage Selection
• Viña Indômita Reserva Chardonnay
• Viu Manent Carmenère Reserva
• Casa Silva Doña Dominga Reserva Sauvignon Blanc
• Casa Silva Doña Dominga Gran Rserva Andes Vineyards Carmes
• Ramirana Reserva Cabernet Sauvignon-Carmenère
• Bisquerttt Casa La Joya Gran Reserva Carmenère
• Aresti Reserva Syrah
• La Ronciere Nudo Cabernet Sauvignon
• Butron Budinich Cumbres Andinas Reserva Cabernet
• Luis Felipe Edwards Sauvignon Blanc Gran Reserva
• Espiritu de Chile Gran Reserva Cabernet Sauvignon
• Viu Manent Secreto Syrah
• Luis Felipe Edwards Shiraz Gran Reserva

ARGENTINA

Em Mendoza, foram outorgadas 10 medallas gran oro; 48 de ouro e 76 de prata.

GRAN ORO

• El Porvenir de Los Andess Laborum Malbec 2005
• Norton Perdriel Centenário 2003
• Lagarde Henry Cabernet Sauvignon 2003
• Cellarworld Argentina Casa Puel Solares 2005
• D.V. Catena 2005
• Família Blanco Mairena2005
• Trapiche Broquel 2005
• Lagarde Reserva Cabernet Sauvignon 2005
• Bodegas y Viñedos Renacer 2003
• Casa Vinícola Reyter Château L´Hermitage Pinot Noir 1995.

OURO

• Viña de Jose Blanco2005
• Torrontes Reserva Tamari 2006
• Kaiken Cabernet 2005
• Nieto Senetiner Malbec DOC 2005
• Carlos Balmaceda Arroba 2004
• Bodega Ruca Malen Kinien Malbec 2004
• El Porvenir de Los Andes Laborum 2005
• Bodegas Septima Septima Noche 2996
• Bodega NQN Malma Malbec 2005
• Bodega RJ Viñedos Joffre y Hijas Premium 2004
• Navarro Correas Structura 2004
• Domínio de Plata Susana Balbo 2005)
• Bodegas Nieto Senetiner Don Nicanor 2005
• Navarro Correas Alegoria Malbec 2004
• Cinco Tierras Bonarda 2006
• Colomé Malbec Estate 2005
• Clos de Chacras Gran Estirpe 2005
• Eclipse Malbec Roble 2004
• Alta Vista Premium Torrontes 2006
• Bodega J & F Lurton Varietal Pinot Gris 2007
• Bodega J&F Lurton Flor de Torrontes 2007
• Serrera Gran Guarda 2005
• Pulenta Gran Cabernet Franc 2005
• Bodegas Santa Ana La Mascota Cabernet Sauvignon
• Domínio de Plata BenMarco Expressivo 2005
• La Riojana Cooperatriva Vinícola Valdeviñas Reserve Malbec 2006
• Septima Reserva 2004
• Trapiche Iscay 2005
• Finca Lugilde Goulard Paris Goulard Reserva2005
• Bodega Etchart Cafayate 2006 (9,3)
• Cellarwood Argentina Jelu Torrontes 2007
• Serrera Moments 2006
• Santa Faustina Finca de los Lírios de los Andes 2005
• Bodega NQN Picada 15 2005
• Casa Vinícola Reyter Alto Hermitage 2005
• Bodega del Fin del Mundo Reserva Malbec 2005
• Viñas del Adágio Estiba Reserva 2003
• Bodegas Nieto Senetiner Occasionale 2003
• Carinae El Galgo 2006 )
• Eclipse Aconcagua Malbec Roble 2004
• Bodega Los Domados-Lobuno 2004
• Bodega Bressia Conjuro2004
• Bodega ruça Malen Cabernet Sauvignon 2005
• Domínio del Plata Susana B Brioso 2005
• Norton Malbec Reserva 2004
• Finca La Chamiza Martin Alsina 2005
• Viniterra Carmenère Select 2005