Paladar

Chez Saul * 27.08.2007 * Spaghetti Notte

02 agosto 2007 | 11:46 por Jamil Chade

A cozinha do Spaghetti Notte do Morumbi Shopping parou no tempo. Ainda bem, pois o prato que dá nome à casa é tão bom hoje quando no tempo das fundadoras, as grades cozinheiras italianas D. Pina e D. Franca, que impuseram o padrão que a casa segue até hoje.

O Spaghetti Notte nasceu 1979 numa simpática casa, com uma pequena piscina no quintal, na Rua Bastos Pereira e foi um dos pioneiros da massa cozida al dente.

O garçom Evaristo, na casa até hoje, diz que se cansou de levar de volta as massas que os clientes diziam ser duras demais. Segundo ele, as cozinheiras não faziam concessões e diziam que era assim mesmo. Hoje, a massa al dente já é muito mais bem aceita.

Os irmãos Horário e Antonio já participavam do restaurante nessa primeira fase. Depois, as cozinheiras italianas se afastaram e eles abriram duas casas com o mesmo nome, nos shoppings Morumbi, onde fica Horácio e no Anália Franco, dirigida por Antonio (6643-4176). D. Franca morreu, D. Pina voltou para a Itália, mas as suas marcas estão lá.

O spaghetti notte é uma delícia de simplicidade. Não é bem um spaghetti, mas uma massa fininha, quadradinha e não redonda, feita lá mesmo, com granoduro, servida com tomate ao natural, sem peles e sementes e manjericão (R$ 32,90). Nada mais simples, nada mais gostoso.

São muitos os pratos que seguem a casa desde a sua fundação, entre os quais um dos melhores o brasato al barolo (R$ 52,90), uma picanha sem a gordura cozida longamente no vinho tinto, que continua ótimo, embora possa ter sido melhor antigamente (mais macio).

Mas o nhoque com molho bolonhesa fez lembrar os velhos tempos (R$ 32,90). Massa leve, se desfazendo e molho à italiana, sem excesso de tomate. Mais para amarronzado da carne do que para o vermelho do tomate. Outros spaghettis tradicionais: à Cavour (anchovas e alcaparras, R$ 4950), ao limone (R$ 39,10), com olive néri (R$ 42, 50) e ao carciofi (R$ 48,90).

O bacalhau à italiana, introdução recente, foi o que menos agradou. Bacalhau em lascas dessalgado demais, sem gosto, com batatas num molho branco (R$ 52,40).

O Spaghetti Notte anda pouco comentado, meio escondido, mas Horácio tem planos para montar um “restaurante de rua”. Falta apenas achar o ponto.

A casa do Morumbi Shopping é agradável, consegue se distinguir das casas de fast food. Um salão quadrado, com quadros na parede, um bar na entrada e adega paras vinhos ao fundo. Mas está longe, muito longe, do charme do restaurante da Bastos Pereira.

Serviço eficiente, comandado por velhos profissionais e carta de vinhos bem razoável, com muitas opções de chilenos e argentinos, que costumam ser preços mais sensatos.

Onde: Morumbi Shopping (Gourmet Shopping), 5181-4524 (78 lug).
Quando: 11h30/22h.
Quanto: Cc.:todos. Couv.R$ 8,90: Manob.: no shopping. R$ 5 (quatro horas).

Ficou com água na boca?