Paladar

Coração de frango no papillote

10 janeiro 2008 | 10:52 por Jamil Chade

A popularidade do coração de frango pode ser constata facilmente em todas churrascarias que servem rodízios. Os espetos com esses miúdos dificilmente voltam inteiros para a churrasqueira. Aqui, eles são preparados envoltos no papel alumínio conservando todo o seu sabor e causando um belo impacto ao chegar à mesa. A abertura dos papillotes sempre exalam os aromas dos pratos.

Esses pratos também são muito práticos, pois podem ser preparados com antecedência e colocados no forno pouco antes de servir. Esta é uma das boas receita do meu livro “A essência do sabor- Cozinhando com papel alumínio”.

Ingredientes:

24 corações de frango;
6 colheres de sopa de azeite de oliva;
1 cebola pequena e picada;
2 dentes de alho picados;
300 gramas de champignons do tipo shitake bem limpos (ou champignons de Paris);
1 xícara de chá de vinho branco;
sal e pimenta-do-reino.

Modo de fazer:
Limpe bem os corações, retirando resquícios de gordura. Depois, corte cada um em duas metades, na longitudinal. Salgue e apimente com moderação.

Ligue o forno. Temperatura alta, perto dos 220 graus.

Esquente três colheres de sopa de azeite numa frigideira e frite os corações. É preferível fritar em duas ou três etapas para evitar que os corações soltem o seu líquido.

Os corações devem ficar bem douradinhos.

Retire e reserve.

Na mesma frigideira, esquente duas colheres de sopa de azeite e refogue rapidamente o alho e a cebola, que devem apenas murchar, sem mudar de cor. Junte os champignons e continue refogando até secar a água que eles naturalmente soltam. Junte o vinho e deixe no fogo até secar quase todo o líquido. Apague o fogo e tempere com sal e pimenta.

Disponha quatro folhas quadradas de papel alumínio numa superfície lisa (20 a 30 centímetros). Unte o centro de cada pedaço de papel alumínio com o azeite que sobrou.

Distribua o refogado de champignons pelos quatro pedaços de papel alumínio. Sobre esse berço de champignons, distribua os corações.

Junte as pontas das folhas de papel alumínio pelas pontas e feche os papillotes, como se fossem trouxas.

Transfira para uma assadeira e leve ao forno. Asse durante uns dez minutos e está pronto.

Retire e sirva em pratos individuais. Cada um deve abrir a sua “trouxinha” à mesa.

Vinhos:

Os corações tem paladar marcante, um pouco rústico e favorecem tintos do mesmo diapasão, como um Alentejo, um Barbera, um bom Côtes du Rhône, um Nero d´Avola da Sicilia e um bom Syrah chileno.