Paladar

Dicas de restaurantes em Buenos Aires – parte II

17 abril 2008 | 11:42 por Jamil Chade

RESTAURANTES

Tomo I
Muito além das churrascarias, alguns restaurantes de Buenos Aires são ótimos, como o Tomo I, de cozinha criativa das irmãs Concaro. O melhor da viagem. Ele fica no Hotel Panamericano, na grande avenida Carlos Pellegrini 521 (tel. 5411-4326). Salão amplo e chique. Perto das janelas, uma bela vista do Obelisco da 9 de Julio, um dos marcos da cidade. A serviço formal e eficiente. A chef Ebe Concaro demonstrou muita classe num ravióli recheado com champignons com delicado molho de espinafre (45 pesos) e no cordeiro (filé e costeletas de cordeiro com morilles e galettes com um pouco de purê de ervilhas por cima, 104 pesos). Uma delícia a endívia cozida com molho de cítricos. Um restaurante caro, para quem gosta de comer bem.

Oviedo
Para quem quiser variar de tanta carne, o Oviedo, de cozinha espanhola é uma boa opção. Ele fica no Barrio Norte, na Calle Beruti, 2.602. Ambiente formal, gostoso e meio antigão. Todo cercado de janelas. Muito bom o delicado carpaccio de vieiras (42 pesos) e muito bem grelhado, no ponto, a merluza servida com uma mousse de espinafre (55 pesos). A paella tem fama e o serviço se mostrou cordial.

Duhau Restaurante
O Duhau Restaurante e Vinoteca é uma opção para quem procura
um almoço num delicioso e lindo ambiente ao ar livre e pratos inspirados no Oriente. Outro restaurante chique e caro. Ele fica nos jardins do grande Park Hyatt de Buenos Aires, no mais do que charmoso bairro de La Recoleta (Av. Alvear, 1.661, 5171-1340). No almoço, um menu restrito: grelhados na parrilla, pratos orientais e algumas entradas. Não era bem o que eu esperava encontrar. A Vinoteca só funciona à noite, quando o cardápio deve ser mais extenso. Pedi um enrolado e vieram ótimos sushis. Carne de porco à moda chinesa muito boa.

Ficou com água na boca?