Paladar

Saudações

Saudações

05 fevereiro 2007 | 14:28 por Jamil Chade

Algumas informações para que me conheçam melhor. Nasci em Jaú, modéstia à parte. Quando? Não digo, mas posso dizer que vim para São Paulo para estudar Direito, passei pela São Francisco e entrei para o Estadão há algumas décadas (mais do que duas). Trabalhei em quase todas as seções do jornal, notadamente na Política e na Internacional. Por volta de 1976, passei para o Jornal da Tarde e, dois anos depois, comecei a escrever sobre restaurantes.

Foi o JT que “inventou” a coluna sobre restaurantes (e muitas outras coisas). Paulo Cotrim foi o primeiro na profissão e eu entrei em seu lugar. Como eu já escrevia sobre vinhos e gostava de cozinhar, o Mitre, diretor de redação, me convidou para escrever sobre restaurante. Eu era chefe da reportagem da Política e passei muito tempo com os pés nas duas canoas (restaurantes e Política). Depois, fiquei apenas com as coisas mais saborosas.

Em 1988 fiz meu primeiro livro – Os prazeres da mesa, reunindo e reescrevendo reportagens com receitas de restaurantes que havia publicado no Modo de Vida do JT. O livro esgotou e fiz um com outras receitas de restaurantes – Os prazeres da mesa II (a missão).

Em 1992 apareceu a primeira edição do meu livro sobre vinhos, Tintos e Brancos, que teve muitas e muitas edições e atualizações. No fim do ano passado, a editora Conex lançou a edição atual, reescrita e bem aumentada (mais do que o dobro de páginas). Também para a Conex fiz o “Guia de Tintos e Brancos”. Na segunda edição.

Para a editora Senac escrevi um livro que gosto muito, “A cozinha e seus vinhos”, na quarta edição. Ainda falando em livros fiz para a editora DBA – A essência do sabor – cozinhando com papel alumínio e Pizza paulistana.

Agora, ajudado pela minha jovem e brilhante auxiliar, Bebel Baeta, estou começando na mídia. Vamos ver se dá certo. A idéia básica é conversar sobre as boas coisas da vida para justificar o meu bordão: ‘O NEGÓCIO É PASSAR BEM’.

Tintos & Brancos

Ficou com água na boca?