Paladar

Templo da Carne – Marcos GuardaBassi

19 fevereiro 2008 | 14:46 por Jamil Chade

A melhor carne que comi ultimamente foi a Bisteca Fiorentina do Templo da Carne, que é o novo nome da churrascaria de Marcos GuardaBassi, que está numa ótima forma. Trata-se de um corte especial do T- bone, com o filé de um lado e o contrafilé de outro, com uma adendo de alcatra. Carnes macias, muito saborosas (principalmente o lado do contrafilé com alcatra) muito bem grelhadas (R$ 78).

Segundo Marcos, trata-se de carne de boi de raça Limousin, de origem francesa, criado no Pará. Ele ainda promete a volta da costela do contrafilé, uma sucessão de ossos da costela sustentando uma carne deliciosa, um corte que marcou profundamente a churrascaria quando ela ainda se chamava Bassi e ficava no número 344 da 13 de Maio. Hoje, o endereço é na 13 de Maio 668, tel.: 3288-7045.

A churrascaria está hoje muito bem instalada, com uma loja de carnes e um amplo balcão de madeira e um salão claro ao lado. O cheiro de madeira que incomodava nos primeiros tempos da casa, está mais calmo.

Eu já havia gostado muito do prime rib (R$ 58) que provei para o Prêmio Paladar, que ficou com a picanha do Varanda Grill. Eu normalmente gosto mais dos cortes do contrafilé do que de picanha.

Um pouco antes, quando fui lá para fazer uma matéria no Guia Estadão, gostei demais de dois cortes do contrafilé: bife ancho 48, do rib eye, que estão se chamava bisteca com osso. Na ocasião, ótimas ainda as costeletas de cordeiro (R$ 58 quatro unidades).

Além das carnes, está com uma carta de vinhos realmente muito boa, com vinhos com os mesmos preços cobrados pela importadora (Mistral). Muitos tintos, brancos e rosados mais do que atraentes estocados numa bela adega climatizada que pode ser vista pelos clientes.

Uma atração e tanto.

Ficou com água na boca?