Paladar

Bebida

Bebida

Saca essa rolha

Isabelle Moreira Lima

20 vinhos de até R$ 100 para o outono que (enfim) chegou

A seleção inclui as melhores garrafas de uma degustação feita com 30 rótulos, além de alguns achados cheios de graça

29 de maio de 2019 | 20:29 por Isabelle Moreira LIma

Não estou louca: é fim de maio e já estamos beirando o inverno, eu sei. Mas o outono só começou mesmo na última semana e, é por isso, que só publicamos agora esta seleção de 20 vinhos de até R$ 100 com características que são perfeitas para se fazer a transição climática do calorão, em que reinam os brancos cheios de acidez, para o friozinho, dos tintos com muito corpo e alto teor alcoólico.

Nesta página, você encontra o meio-termo: brancos estruturados, um rosé com textura e tintos leves e também alguns mais encorpados, mas todos ainda com cara de meia-estação. 

No total, nossa degustação incluiu 30 vinhos. Participaram da prova as sommelières Jessica Marinzek (JM Wines) e Heloisa Giraldi, do restaurante Mensa, que nos recebeu. Depois da avaliação, ficamos com os 20 melhores e entre eles alguns achados cheios de graça. Confira a seguir.

Emiliana; Michel, Horgelus, Borsao

Emiliana; Michel, Horgelus, Borsao Foto: Reprodução

Emiliana Novas Chardonnay 2017

Origem: Casablanca, Chile; Preço: R$ 87 na La Pastina

Um Chardonnay cheio de frescor e estrutura, é seco e agradável e, além de tudo, orgânico. Bom para acompanhar canja, peixes mais gordurosos e perfeito para a indefectível tábua de queijos (sim, vá de branco com ela que vai ser melhor).

Michel Pinot Gris Kabinett 2014

Achado! Origem: Baden, Alemanha; Preço: R$ 99 na Weinkeller

Se você gosta de Chablis, cole aqui: fruta branca e mineralidade são atributos desse vinho delicioso e complexo. Na boca, o que se sente primeiro é a fina agulha, depois a acidez altíssima e um final persistente. Apesar de seus cinco anos de vida, está maravilhoso e pode acompanhar aspargos.

Horgelus Rosé 2018

Origem: Côtes de Gascogne, França; Preço: R$ 93,23 na Premium

Aromas delicados e surpreendentes de romã e maracujá doce dão as boas-vindas ao primeiro contato com esse rosé francês. Na boca, é gordinho (acidez baixa), com boa estrutura e textura. Excelente para o frango assado do fim de semana ou para um coquetel de camarão.

Borsao Selección Tinto 2016

Origem: Campo de Borja, Espanha; Preço: R$ 88 na World Wine

Um Garnacha com aromas que convidam a um relacionamento duradouro: ameixa bem suculenta, cereja fresca e ácida, e tomilho seco. Os taninos são presentes, mas redondos. Com 14,5% aquece bem. Prove com algum ensopado de carne ou com filé au poivre. 

Umani, Rosso, Round, Clos de Torribas

Umani, Rosso, Round, Clos de Torribas Foto: Reprodução

Umani Ronchi Podere Montepulciano D'abruzzo 2016

Origem: Abruzzo, Itália; Preço: R$ 75,92 na Decanter

Que vinho delicioso! Os aromas são de flores (muita violeta) e de especiarias doces, como anis. Na boca, a incrível acidez italiana que faz salivar até o próximo verão. Brilhará com ratatouille ou com pratos caramelizados, como sopa de cebola francesa.

Rosso Toscano Terre Natuzzi

Origem: Toscana, Itália; Preço: R$ 59,50 na Casa Flora

É um vinho simples, ideal para o dia a dia e para quem não gosta de boca seca e nem de taninos muito presentes. Como atributos, tem uma fruta agradabilíssima. Outro ponto a favor é o fato de ser um toscano por menos de R$ 60, uma raridade no mercado atual. Vai muito bem com pizza.

Round Hill Merlot 2016 

Origem: Califórnia, EUA; Preço: R$ 89,90 na Grand Cru

Uma barganha para Califórnia, esse Merlot tem aromas exuberantes de cereja e de canela em pau, além de um toque verde (engaços na vinificação?). Apesar de delicioso, não é para os puristas: trata-se de um vinho comercial, construído. Prove com baby back ribs.

Clos de Torribas Crianza Tempranillo 2015

Origem: Penedes, Espanha; Preço: R$ 54,90 no Pão de Açúcar

O nariz é uma coisa mágica: há cereja, canela em pau, um toque defumado e tabaco doce. Na boca, peca por certa diluição. Mas é equilibrado, tem um belo frutado e poder de atração. Se é fã de Pinot jovem, vai gostar. É um vinho perfeito para uma festa.

Kalós, Casa Valduga, Cave de Tain, Y Tu de Quien Eres?

Kalós, Casa Valduga, Cave de Tain, Y Tu de Quien Eres? Foto: Reprodução

Kalós 59N Cabernet Franc 2016

Origem: Mendoza, Argentina; Preço: R$ 96 na Winelovers

Aqui, a ameixa em compota se mistura ao chocolate e às folhas de charuto numa assemblage complexa de aromas. Na boca, o ataque é bem doce, a acidez é alta, o corpo, médio, e há muito equilíbrio e boa persistência. Prove com morcilla e outros embutidos.

Casa Valduga Terroir Cabernet Franc 2014

Origem: Campanha Gaúcha, Brasil; Preço: R$ 89,90 na loja da vinícola

Outro bom exemplar de complexidade de aromas outonais, traz notas de fruta negra bem madura, cravo, nibs de cacau, alcaçuz. Na boca é mais discreto, equilibrado, fresco e até leve. Vai bem com massa com cogumelo ou com um lámen com cogumelo e porco.

Cave de Tain Syrah 2014

Origem: Collines Rhodaniennes, França; Preço: R$ 95 na Magnum Club

Apenas perfeito para a estação, pois traz aromas terrosos, de folha e flores secas, que combinam com o ideal de outono. É picante, com a pimenta preta característica da Syrah. Sirva um pouco mais fresco (15 graus) e como acompanhamento de um cupim. 

Y Tu de Quien Eres? 2017

Achado! Origem: Manchuela, Espanha; Preço: R$ 95 na Toque de Vinho

Outonalíssimo e complexo, traz notas de terra, ferro e carne. Tem corpo médio e taninos equilibrados. Além de delicioso, é vinho com bula: feito em crowdfunding por camponeses com uvas brancas, tintas e em extinção plantadas em field blend. Combina com steak tartare ou ojo de bife.

La Part du Colibri, Moulin, Villaggio, Aldeias das Serras 

La Part du Colibri, Moulin, Villaggio, Aldeias das Serras  Foto: Reprodução

La Part du Colibri Côt 2017

Diferentão! Origem: Loire, França; Preço: R$ 98 na De la Croix

Um vinho natural para chocar os fãs de Malbec argentino (Côt é o nome da variedade na França e, se você é fã de Catena, esqueça). E bom para explicar o que é um vinho vertical: a acidez é altíssima e está até nos aromas de frutas do bosque. Prove com magret de pato.

Moulin de Gassac Classic Rouge 2013

Achado! Origem: Languedoc-Roussillon, França; Preço: R$ 84,83 na Mistral

Um vinho evoluído que merece ser aerado (nem precisa ser em decanter, pode usar uma jarra) para liberar seus aromas de terra e carne. Nasceu para o outono-inverno, com um toque de figo na boca, tanino no ponto, estrutura e acidez. Para beber com os amigos.

Villaggio Grando Innominabile Lote VI

Origem: Santa Catarina, Brasil; Preço: R$ 86 na Winerie

Um exemplar para quem tem preconceito com a produção brasileira e acha que nossos vinhos não podem ser complexos e encorpados – ele é tudo isso. Os aromas são intensos: há fruta, especiaria, terra, baunilha e fumo. Parrudo, traz ainda coco na boca. Harmoniza com fondue de carne.

Aldeias das Serras Doc Touriga Nacional

Origem: Dão, Portugal; Preço: R$ 95,20 na Adega Alentejana

Um Touriga bem típico, com uma cor linda, superintensa. O aroma de violeta é marcante (perfeito para quem quer estudar notas florais). Além dele, fruta negra e um quê de resina. É superadstringente e tem um taninão doido. Longo na boca. Bom com cordeiro.

Leaping, Lambrusco, Leyda, Portillo

Leaping, Lambrusco, Leyda, Portillo Foto: Reprodução

Leaping Horse  2016

Origem: Califórnia, EUA; Preço: R$ 86,50 na Casa Flora

Para quem gosta de doçura, aqui está a melhor opção da lista, um meio-seco com 13% de álcool que é perfeito para acompanhar um hambúrguer clássico, com bacon, ketchup e cebola caramelizada. Tem fruta madura, canela e cravo. Na boca é amigável, macio e equilibrado.

Lambrusco Grasparossa di Castelvetro "Tasso"

Diferentão! Origem: Emilia-Romagna, Itália; Preço: R$ 95 na Wines4U

Um Lambrusco para tirar a má fama desse espumante tinto italiano, que anda manchada por aqui. Orgânico, é muito refrescante e cheio de fruta vermelha. Tem boa acidez e é perfeito para acompanhar charcutaria, presunto cru e porco assado. Pouco alcoólico (11,5%), deve ser resfriado a 10°C.

Leyda Pinot Noir

Origem: Leyda, Chile; Preço: R$ 74,90 na Grand Cru

Pinot Noir por menos de R$ 100 tem sido um desafio (outros dois foram descartados). Este tem acidez e fruta no ponto. Traz um leve tostado de seus seis meses em barrica e, portanto, é um pouco mais estruturado e pode acompanhar hambúrguer, massas com molho vermelho e até um filé à parmigiana.

Portillo Malbec 2018

Origem: Mendoza, Argentina; Preço: R$ 75 na Zahil

Um churrascão num fim de semana outonal pede um Malbec clássico. O Portillo, das Bodegas Salentein, é uma ótima opção pelo custo-benefício: traz muita fruta e os taninos ideais para limpar a gordura de um bife de chorizo, sem pesar. Um bom vinho de corpo médio. 

Ficou com água na boca?