Paladar

Bebida

Bebida

Só de birra

Heloisa Lupinacci

Cerveja para antes e depois da chuva

Confira seleção de rótulos de brewpubs que combinam com as diferentes nuances dos dias mais calorentos

13 de novembro de 2020 | 03:00 por Heloisa Lupinacci, O Estado de S.Paulo

Por mais estranho que este ano esteja, uma coisa não muda: o verão vem chegando e, com ele, as indicações de cerveja para beber no calorão. Não adianta: verão é a melhor época do ano para passar a tarde às voltas com uma boa cerveja. Claro que, não canso de repetir, existe uma cerveja para cada ocasião e muitas, mas muitas mesmo, se encaixam lindamente nas tardes sombrias, nas noites frias, nos fins de semana de serração. Mas verão é verão, e no calor está liberado tomar cerveja estupidamente gelada sem levar bronca do amigo sommelier. 

Acontece que, nesse ano estranho, de dentro de casa, tenho observado as diferentes nuances dos dias calorentos e cheguei à conclusão que dá para combinar diferentes cervejas com diferentes momentos dessas tardes: o calor abafado antes da chuva, a hora da chuva, a noite fresca depois da chuva. Aqui vão minhas sugestões. Desta vez, escolhi apenas rótulos de brewpubs que entregam.

 

Calor abafado antes da chuva

Tank First Date

(R$ 15, 473 ml, no Tank Brewpub).

Para o momento mais clássico do verão, aquele em que o relógio já passou do meio-dia e o ar parece pesado de tão calorento e úmido, a solução é a mais clássica das cervejas. A First Date é uma german pils com 5,5% de teor alcoólico, limpa, refrescante, com aquele lúpulo floral que os fãs do estilo amam. Ela é um dos carros-chefes do novo Tank, brewpub dos donos do Ambar, Julia Fraga e Fabio Comolatti. Abriu em setembro e tem um bom mestre-cervejeiro, Rodrigo Louro (Sinnatrah, Mea Culpa). Fica na R. Amaro Cavalheiro, 45, e tem opção take-away.

First date, a german pils do Tank Brewpub.

First date, a german pils do Tank Brewpub. Foto: Studio Primo

Hora da chuva

Tarantino American Barley Wine

(R$ 38, growler de 1 litro, deliverydireto.com.br/cervejariatarantino)

Aquela meia-horinha que a chuva despenca cria um clima de conforto, de ficar dentro olhando o aguaceiro cair. É perfeita para encaixar estilos mais robustos na programação do dia de verão. Essa barley wine tem 9,4% de teor alcoólico, para tomar uma tacinha ouvindo os trovões. Maturada e bem maltada, tem notas de caramelo, castanhas e frutas vermelhas. É um lote pequeno – a Tarantino tem lançado lotes menores, com o nome de Chopp do Dia, e receitas diferentes. Acompanhe no @cervejariatarantino no Instagram.

Barley Wine, robusta, com 9,4% de teor alcoólico.

Barley Wine, robusta, com 9,4% de teor alcoólico. Foto: Cervejaria Tarantino

Depois da chuva

Avós Vó Joaquina

(R$ 55, growler de 1 litro, na deliverydireto.com.br/cervejaavos)

Ah.., aquele momento em que o ar fica limpo e fresco, anunciando uma deliciosa noite de verão pela frente é perfeito para tomar uma cerveja intensa e refrescante. É a hora de soltar o hop head que vive em você e partir logo para uma double IPA, ou, melhor ainda, uma double IPL (a combinação lúpulo + fim de gole bem limpo é irresistível, vai). A Vó Joaquina tem 8% de teor alcoólico, bastante lúpulo (Citra e Simcoe), com aquela explosão de frutas e cítricos. Mas apesar de toda essa intensidade, tem boa drinkability, é fresca e limpa.

Double IPL Vó Joaquina.

Double IPL Vó Joaquina. Foto: Cerveja Avós

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?