Paladar

Bebida

Bebida

Só de birra

Heloisa Lupinacci

Cerveja sem álcool? Aposte nas de trigo

Grávida, sommelière Kathia Zanatta indica bons rótulos sem álcool, que chegam a enganar até uma profissional como ela

24 outubro 2018 | 19:51 por Heloisa Lupinacci

Kathia Zanatta é uma das principais sommeliers de cerveja do Brasil, fundadora e professora do Instituto Brasileiro da Cerveja (ICB), onde estudam quase todos os sommeliers de cerveja do País. É casada com Alfredo Ferreira, mestre-cervejeiro e sommelier de cervejas, também fundador e professor do ICB. E está grávida.

Resultado: dois especialistas tomando cerveja sem álcool. Aproveitando o crescente interesse por cervejas sem álcool, pedi a eles um panorama do assunto. As grandes lições: as melhores são as de trigo. Tão boas que podem confundir o bebedor. “Às vezes, coloco uma cerveja de trigo sem álcool para degustação às cegas e ela passa despercebida”, conta Kathia. 

Gravidez. O casal de sommeliers Kathia Zanatta e Alfredo Ferreira

Gravidez. O casal de sommeliers Kathia Zanatta e Alfredo Ferreira Foto: Alfredo Ferreira

Quais as melhores cervejas sem álcool que já provaram? 

As de trigo são as melhores. Marcas como Paulaner, Erdinger e Schneider Weisse são bem gostosas. Gostei também da Clausthaler Extra Herb Alkoholfrei (pilsen alemã com o lúpulo bem presente, infelizmente indisponível no Brasil).

Como se produz cerveja sem álcool?

Existem dois principais processos de fabricação. O da fermentação interrompida e o da destilação a vácuo. No primeiro, interrompe-se o processo de fermentação logo no início, tempo suficiente para que o mosto adquira espuma, cor, carbonatação e alguns aromas, mas sem formar grande quantidade de álcool (ficam com menos de 0,5% de teor alcoólico, e pela lei brasileira são cervejas sem álcool). No segundo, retira-se o álcool da cerveja por destilação. O processo gera cervejas com 0% de álcool.

No copo, qual a diferença entre a cerveja sem álcool e a com álcool? 

A cerveja produzida pelo processo de fermentação interrompida normalmente tem sabor que lembra o mosto cervejeiro, com um toque de aroma de lúpulo. É mais adocicada e encorpada que a cerveja convencional, já que a maioria dos açúcares não é fermentada. Já a cerveja sem álcool feita pelo processo de destilação a vácuo tem sabor mais próximo ao da cerveja convencional; falta só o gosto e a sensação do álcool.

Boas cervejas de trigo sem álcool 

Paulaner Hefe Weiss sem álcool – R$ 16 (500 ml, na imigrantesbebidas.com.br)

Schneider Weisse Tap 3 Alkoholfrei – R$ 22 (500 ml, na stuttgart.com.br)

Erdinger Allkoholfrei – R$ 11 (330 ml, na imigrantesbebidas.com.br)

Ficou com água na boca?