Paladar

Bebida

Bebida

Cervejaria catarinense é eleita a melhor da América Latina

Bierbaum liderou quadro de medalhas do South Beer Cup, realizado em Curitiba

14 junho 2016 | 19:31 por Carolina Oda

940 cervejas, divididas em 132 estilos, produzidas por 215 cervejarias, de 9 países diferentes. Esse é o retrato do South Beer Cup, concurso de cervejas da América Latina, que foi realizado neste final de semana durante o Festival Paranaense de Cervejas Artesanais, em Curitiba. No páreo, estavam rótulos de Argentina, Brasil, Chile, Costa Rica, Equador, Paraguai, Peru, Porto Rico e Uruguai.

Um júri internacional, composto por 35 pessoas, definiu 20 medalhas de ouro, 24 de prata e 22 de bronze - nem todos os estilos tiveram cervejas madalhistas ou o pódio completo. Desse quadro de medalhas, foram eleitas as melhores cervejarias da região: duas brasileiras e uma argentina.

A South Beer Cup é conhecida como a "Copa Libertadores da Cerveja".

A South Beer Cup é conhecida como a "Copa Libertadores da Cerveja". Foto: Carolina Oda|Estadão

Em primeiro lugar, surpreendeu a catarinense Bierbaum, da pequena cidade de Treze Tílias. Ela recebeu quatro medalhas: ouro com a Doppelbock, prata com a Keller, a Bock e a Weizen Rauchbier, e bronze com a Vienna.

A segunda colocação ficou com a mineira Backer, de Belo Horizonte. Seus rótulos receberam três medalhas: ouro para a Tommy Gun Double IPA e para a Bravo Imperial Porter, e prata para a Las Mafiosas Corleone Imperial Red Ale. 

Completando o pódio está a argentinha Los Bicho Mandan, de Buenos Aires. Ela levou ouro com a Salvaje de Frutos Rojos, prata com a Kriek e bronze com a Sour Honey. Por enquanto, suas cervejas não estão à venda no Brasil. 

QUADRO DE MEDALHAS

A lista completa das cervejas premiadas, a lista de jurados e a tabela de categorias está aqui. Dentre os rótulos brasileiros que mereceram medalha, vale destacar: 

Ficou com água na boca?