Paladar

Bebida

Bebida

Saca essa rolha

Isabelle Moreira Lima

Champagne terá sua primeira casa pós-internet

A ideia é que o champanhe seja vendido apenas online, pelo aplicativo da casa, direto para o consumidor final, e também por crowdfunding e assinaturas

27 outubro 2016 | 00:54 por Isabelle Moreira Lima

Que tal investir em uma nova casa de Champagne? O grupo inglês Piaff, em parceria com a casa de Champagne Mansard, de Epernay, na França, está lançando a primeira casa de Champagne da chamada era pós-internet, e quem está a frente do negócio é o sul-africano Laurie Kempster.

Até a segunda (31), os interessados em comprar ações da vinícola podem acessar o site codeinvesting/p/ChampagnePIAFF.

Quem comprar vai ascender ao status de sócio-fundador. A companhia espera arrecadar 1,5 milhão de libras com a venda de ações. A casa já produziu 12 mil garrafas que ficaram em contato com as leveduras por 18 a 24 meses. A ideia é que o champanhe seja vendido apenas online, pelo aplicativo da casa, direto para o consumidor final, e também por crowdfunding e assinaturas. As vendas das garrafas serão feitas quando ainda estão na adega.

 

  Foto: Divulgação

Ficou com água na boca?

Os vinhos serão lançados apenas no ano que vem. Segundo Kempster, por ser a primeira casa de Champagne da era digital, o modelo tradicional não funcionaria para a Piaff.

Ficou com água na boca?