Paladar

Bebida

Bebida

Só de birra

Heloisa Lupinacci

Cinco novas e interessantes cervejas lagers

O estilo de cerveja quase ignorado tem ganhado deliciosas novidades

26 de abril de 2019 | 17:29 por Heloisa Lupinacci, O Estado de S.Paulo

Todo mundo toma IPA, todo mundo experimenta novas NeIPAs. Todo mudo quer saber qual a última RIS (Russian Imperial Stout) – e qual aditivo ela tem (Cacau? Baunilha? Coco? Todos os anteriores?).

Por isso, nesta semana listo novas e deliciosas cervejas lagers, essa família que quase todo mundo ignora, mas que só fica mais e mais interessante.

 

Motim Hell de Janeiro

R$ 25 (500 ml, na loja.emporiosaoroque.com.br)

A premiada hoppy lager carioca é daquelas cervejas que têm no DNA a expressão de sua origem: sob medida para aplacar o calor. Agora, vai ser a primeira cerveja artesanal a ser produzida num programa da Ambev de abrir a fábrica para cervejarias ciganas fabricarem seus rótulos. O primeiro lote da parceria sai até o fim de maio.

Cerveja Motim Hell de Janeiro 

Cerveja Motim Hell de Janeiro  Foto: Empório São Roque

 

Infected + Three Monkeys Rosca Lager

R$ 29,90 (473 ml, na www.brosbeer.com.br)

Duas boas cervejarias, a santista Infected e a carioca Three Monkeys, decidiram colocar rosquinhas – de pacote mesmo – no tanque de uma german pils. O resultado é um nome engraçado e uma boa cerveja: leve, refrescante, fácil.

Cerveja Infected + Three Monkeys Rosca Lager

Cerveja Infected + Three Monkeys Rosca Lager Foto: Broos Beer

 

Avós + Dogma Vó Catharina

R$ 35,90 (473 ml, na www.hoppi.com.br)

Outra boa lager fruto da união de duas boas cervejarias: Avós, que pegou para si a missão de fazer as melhores lagers daqui, e Dogma, reconhecida como uma das mais criativas do cenário. Essa sour lager com cajá, uvaia e jabuticaba é pedida certa para quem gosta de experimentar.

Cerveja Avós + Dogma Vó Catharina

Cerveja Avós + Dogma Vó Catharina Foto: Hoppi

 

Devaneio do Velhaco Volto Depois do Entardecer

R$ 29 (400 ml, no Empório Alto dos Pinheiros)

A hypada gaúcha está com três torneiras no EAP. Tem as cervejas mais na linha "acontecimento", como a Panetone de Barrica (sem estilo, com a levedura da moda, chamada kveik, extração com nitro, para ficar cremosa, maturada em barril de carvalho com adição de cacau), mas também tem essa delicinha, uma amber lager limpa, gostosa, fácil, equilibrada. Perfeitinha. 

Ficou com água na boca?