Bebida

Bebida

Colunista do Estadão Suzana Barelli ganha Prêmio Europa de Comunicação

Responsável pela coluna Le Vin Filosofia foi premiada por publicar sobre vinhos portugueses e o enoturismo no país, que é membro da Comissão Europeia de Turismo

03 de dezembro de 2021 | 18:23 por Redação, O Estado de S.Paulo

A Comissão Europeia de Turismo (European Travel Comission - ETC) premiou na noite desta quinta-feira, 2, jornalistas e profissionais de comunicação do segmento do turismo que contribuíram com divulgação dos países que integram o grupo. Entre os premiados, está a colunista do Estadão Suzana Barelli, que assina a coluna Le Vin Filosofia. A cerimônia de entrega do Prêmio Europa de Comunicação aconteceu no Consulado Geral de Portugal, em São Paulo.

Colunista Suzana Barelli recebe Prêmio Europa de Comunicação no Consulado Geral de Portugal. 

Colunista Suzana Barelli recebe Prêmio Europa de Comunicação no Consulado Geral de Portugal.  Foto: Acervo pessoal

“Acredito que é o reconhecimento de todo um trabalho, como se falasse: ‘olha, está dando certo’”, diz Suzana, que ganhou uma viagem a Portugal. Segundo ela, o Brasil é um importante mercado para os vinhos portugueses, chegando a disputar com a Argentina o segundo lugar entre os vinhos importados mais consumidos no país. O destaque que os produtos do país têm em sua coluna ou nas matérias que também escreve no Estadão acabaram ajudando-a a levar o prêmio para casa. “É também uma mostra de que o enoturismo está entrando cada vez mais forte na pauta.”

Suzana escreve sobre vinhos desde o início dos anos 2000, passando por alguns jornais e revistas. Em 2019, começou a coluna Le Vin Filosofia, publicada todo sábado, com temas relacionados à bebida. Para ela, o reconhecimento da premiação mostra como “as pessoas valorizam o que você falou, usam como referência, isso vai mostrando que você é uma profissional com mais credibilidade”.

O trabalho de anos sobre vinhos também fizeram de Suzana membro da Confraria dos Enófilos do Alentejo, da Confraria do Vinho do Porto, ambas em Portugal, e da l’Ordre des Coteaux du Champagne, na França. Em 2014, Suzana fez a sua estreia como jurada do Argentina Wine Awards, função que repetiu em 2015, quando o tema foi “The Empowerment of Women in Wine”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?