Paladar

Bebida

Bebida

Só de birra

Heloisa Lupinacci

Em clima de Copa: russian imperial stout envelhecida em madeira brasileira

Terceira edição de inverno da cervejaria Dádiva brinca com madeiras como jaqueira, jequitibá, bálsamo e amburana

27 junho 2018 | 21:58 por Heloisa Lupinacci

Faz três anos que a Dádiva lança, no inverno, sua série Odonata. A base da cerveja é sempre a mesma: uma russian imperial stout com 11,5% de teor alcoólico. Mudam adjuntos e o envelhecimento. Desta vez,  a brincadeira é com madeiras brasileiras,  jaqueira, jequitibá, bálsamo e amburana. Os quatro rótulos deste ano chegam às lojas na semana que vem. 

 

Para quem quiser provar as quatro, a régua de degustação está disponível a partir desta quinta (28) no Empório Alto dos Pinheiros. São 100 ml de cada rótulo, acompanhados de quatro petiscos. Custa R$ 54 e vai até o fim do barril de lançamento. Cada garrafa de Odonata custa R$ 48 (375 ml).

Segundo o cervejeiro Victor Marinho, um dos sócios da Dádiva, a versão maturada em jaqueira tem dulçor, com notas de frutas passas. A que passou por jequitibá é seca e tem notas florais. A que estagiou em bálsamo tem toque herbáceo e mentolado. E a que maturou em amburana tem as características notas de baunilha e canela.

 

  Foto: Pedro Melara

A escolha das madeiras – tradicionalmente usadas na produção de cachaça – foi feita em parceria com  a consultora em cachaça, Isadora Fornari, e o cachacier Maurício Maia, blogueiro do Paladar.

SERVIÇO

Empório Alto dos Pinheiros

R. Vupabussu, 305, Pinheiros 

Tel.: (11) 3031-4328

Ficou com água na boca?