Paladar

Bebida

Bebida

Espumante sem açúcar cai no gosto das vinícolas brasileiras

Nature, categoria que envolve os espumantes sem adição de açúcar, caiu nas graças dos produtores nacionais e já há bons rótulos no mercado

04 maio 2016 | 19:28 por Isabelle Moreira Lima

Brasileiro gosta de açúcar. Doce tem que ser bem doce e nem as bebidas alcoólicas costumam escapar da regra. Mas, contra todos os prognósticos, as vinícolas brasileiras têm apostado cada vez mais no nature, categoria que engloba os espumantes feitos pelo método tradicional sem adição do licor de expedição, com menos de 3 gramas de açúcar por litro. Novos rótulos têm surgido a cada safra, de casas que antes ignoravam a receita. 

Produtores brasileiros, como a Casa Valduga, estão investindo na produção do espumante sem açúcar

Produtores brasileiros, como a Casa Valduga, estão investindo na produção do espumante sem açúcar Foto: Hévio Romero|Estadão

Para muitos, ainda é cedo para falar em tendência, uma vez que os demi-sec, que tem entre 33 e 50 gramas de açúcar por litro, ainda são os campeões de venda no País, mas é impossível ignorar o movimento. “É vinho para crítico ou para o consumidor com mais conhecimento”, diz João Valduga, enólogo-chefe da Casa Valduga, que entrou na categoria menos açucarada com seu bem avaliado Gran Reserva Nature 60 Meses 2010, feito em pequena escala. 

Parte do sucesso do nature está no fato de ser um coringa de harmonização com comida. “Nossa venda de nature a restaurantes é um sucesso. É uma bebida que limpa a boca e vai bem com praticamente tudo”, afirma Daniel Geisse, diretor da Cave Geisse. 

O melhor espumante brasileiro do ano segundo o guia Descorchados, que reúne a produção de quatro países, foi o Vertigo Nature 2013, da Pizzato, com 93 pontos. Não é filtrado, traz as borras e pode evoluir na garrafa. “Foi justamente o aroma interessantíssimo das leveduras que nos levou a testar a categoria”, diz o enólogo-chefe Flávio Pizzato.

Abaixo, sugestões de bons natures nacionais:

CASA VALDUGA GRAN NATURE 2009

Este espumante é elaborado com Chardonnay (80%) e Pinot Noir (20%). Tem perlage bem fino e delicado. É uma bebida extremamente fresca e com sabores e aromas cítricos. Passa 60 meses em contato com as leveduras, o que lhe confere bastante complexidade e estrutura.

 

  Foto: Divulgação

Origem: Vale dos Vinhedos, Brasil

Preço: R$ 151,04 na loja da vinícola

PIZZATO VERTIGO NATURE 2013 

Este é um dos natures mais badalados “sem dosagem” do momento e a razão do sucesso é que ele une duas características: a baixa presença de açúcar e a manutenção das borras. Vinho estruturado e marcante, de aromas intensos. A casa também faz um nature sem as borras, no Vale dos Vinhedos. 

 

  Foto: Divulgação

Origem: Vale dos Vinhedos, Brasil 

Preço: R$ 159 na Cia do Whisky

CAVE GEISSE NATURE

Com 70% de Chardonnay e 30% de Pinot Noir, este nature foi um dos primeiros a cair nas graças dos sommeliers brasileiros e oferece ótima relação custo-benefício. A fermentação ocorre ao longo de 180 dias e o amadurecimento pelo período mínimo de dois anos. 

 

  Foto: Divulgação

Origem: Pinto Bandeira, Brasil

Preço: R$ 88 na loja da vinícola

CAPOANI NATURE 

Elaborado exclusivamente com uvas Chardonnay cultivadas em Monte Belo do Sul – e neste caso colhidas na safra de 2011 –, este nature é um dos carros-chefes da nova Capoani, que está chegando ao mercado. O rótulo faz parte de uma edição de apenas 2 mil garrafas. Fresco e cítrico, ficou por 48 meses na cave com as leveduras. 

 

  Foto: Divulgação

Origem: Vale dos Vinhedos, Brasil

Preço: R$ 155 na loja da vinícola a partir da semana que vem (www.vinhedoscapoani.com.br)

 

Ficou com água na boca?