Paladar

Bebida

Bebida

Expovinis: com 20 anos, grande evento do mundo do vinho muda de cara

Menos feira, mais fórum: evento foca na formação de público e de profissionais do vinho

01 junho 2016 | 17:35 por Isabelle Moreira Lima

Aos 20 anos, a Expovinis, que será realizada entre 14 e 16 deste mês, mudou. Um dos principais eventos a contemplar o mundo do vinho na América Latina fica com menos cara de feira e com mais cara de fórum: o foco agora passa a ser a formação, de profissionais e de público.

A guinada foi dada pela diretora da empresa de feiras BTS, Clélia Iwaki, que assumiu o evento no fim do ano passado e, diante de adversidades que iam desde o pouco tempo para montar a feira até a pouca receptividade de empresas do setor, pensou até em cancelar a edição. Convencida por seus conselheiros e consultores, resolveu adiá-la de abril para junho com mudanças consideráveis.

Evento terá menos cara de feira e mais cara de fórum.

Evento terá menos cara de feira e mais cara de fórum. Foto: Studio F|Divulgação

Com 114 expositores, uma baixa de 40% em relação ao ano passado, a espinha dorsal passa a ser sua série de cursos e debates. Para os profissionais, os temas vão de “como driblar a crise com a venda do vinho” à comunicação no ponto de venda e nas redes sociais.

Entre os palestrantes, o consultor de vinhos do Grupo Pão de Açúcar Carlos Cabral, o bicampeão do Concurso Brasileiro de Sommeliers, Diego Arrebola, e o sommelier-chefe do grupo Fasano, Manoel Beato. Para os consumidores, as palestras e aulas serão ministradas pela ABS-SP (Associação Brasileira de Sommeliers), e os temas vão de noções básicas de degustação a como combinar vinho e comida.

Além disso há um lounge, onde a escola Eno Cultura lança sua nova empresa de marketing, a Wine Thinking, e oferece serviços de “consultório” para profissionais de toda a cadeia. No local, serão ministrados workshops e degustações com participação da revista Decanter e da Court of Master Sommeliers.

Além dos brasileiros, Expovinis conta com produtores vindos de Portugal, Itália, Chile, Espanha, França, Inglaterra, México, Eslovênia e Nova Zelândia.

Além dos brasileiros, Expovinis conta com produtores vindos de Portugal, Itália, Chile, Espanha, França, Inglaterra, México, Eslovênia e Nova Zelândia. Foto: Studio F|Divulgação

Responsável por oito feiras que incluem todas as versões da Fispal, Clélia diz que o maior desafio de montar a Expovinis neste ano foi conseguir a atenção dos expositores - trocando em miúdos, ser recebida por eles. Segundo a diretora, a Expovinis passou por um desgaste de reputação que agora ela luta para restaurar. “Conseguimos manter o que é importante nos negócios e vamos gerar rodadas relevantes. Mas queremos ter de volta grandes vinícolas e grandes importadoras que deixaram a feira”, afirma.

Entre os expositores, os portugueses são os campeões, com 34 nomes entre vinícolas e associações. O país é seguido pelo Brasil e Itália, ambos com 31 cada. Participam outros sete países: Chile, Espanha, França, Inglaterra, México, Eslovênia e Nova Zelândia.

SERVIÇO

ExpoVinis Brasil 2016 | 20º Salão Internacional do Vinho

Expo Center Norte - Pavilhão Amarelo - Vila Guilherme, São Paulo

Quando: 14 a 16 de junho (dia 14 é exclusivo para profissionais do setor), a partir das 17h

Informações: www.expovinis.com.br

Tel.: (11) 3598-7800

Ingressos (compra antecipada pelo site do evento): R$ 130 até 13 de junho; R$ 150 nos dias do evento

Ficou com água na boca?