Paladar

Bebida

Bebida

Guia prático de Mendoza: um brinde aos pés dos Andes

Mendoza oferece uma paisagem única das Cordilheiras ao mesmo tempo que bons programas para os amentes da boa gastronomia entre suas diferentes regiões

08 junho 2016 | 19:29 por Marcel Miwa

De Mendoza

Especial para o Estado 

A paisagem de vinhedos de Mendoza é uma das mais impactantes do mundo. Em meio a um cenário desértico, com a Cordilheira dos Andes ao fundo em muitas das propriedades, os vinhedos formam um oásis de vegetação nas zonas em torno do centro urbano. Tudo isso graças a engenhosas represas e canais de irrigação desenvolvidos pelo povo huarpe no século 15.

Os colonizadores espanhóis levaram a cultura da vinha e do vinho para a região de Mendoza, a noroeste de Buenos Aires, no século 16. No início da década de 1990 houve uma revolução qualitativa nos vinhos, com a chegada de famílias produtoras e enólogos de outros países e a pressão para exportar.

Vista. Lodge da Atamisque, localizada no vale de Uco

Vista. Lodge da Atamisque, localizada no vale de Uco Foto: Divulgação

Um pouco diferente de Santiago, no Chile (leia aqui), a cidade de Mendoza não possui vinhedos tão próximos do centro urbano (apesar de existir um projeto experimental na área do aeroporto). As vinícolas se estendem por regiões que fazem parte da província de Mendoza, como o vale de Uco e Luján de Cuyo.

Dentro da cidade, há boas lojas de vinhos, como a Sol y Vino e a Wine O’Clock – se quiser conhecer a vanguarda do país, procure pelos projetos Zaha, Matías Riccitelli e os vinhos assinados pela família Michelini. Caso queira a expressão clássica de Mendoza, procure por Carmello Patti, Weinert e Montchenot de Bodegas López. 

À mesa, boas opções são os restaurantes Siete Cocinas (sietecocinas.com.ar) e Azafrán (azafranresto.com). O primeiro segue linha autoral, em que o chef Pablo del Río explora os sete biomas do território argentino. A carta tem bons achados. 

O Azafrán nasceu como um empório e hoje o restaurante divide espaço com a loja de vinhos. Se for com mais de cinco pessoas, tente reservar a mesa que fica dentro da cave (e lembre-se de levar um casaco). Ali, os clientes escolhem os rótulos direto das prateleiras.

PERTO DO CENTRO

ESCORIHUELA GASCÓN

Não há vinhedos, apenas prédios, salas de degustação e barris. A grande atração do lugar é o restaurante 1884, de Francis Mallmann, com salão voltado para um jardim. 

escorihuelagascon.com.ar 

 

FINCA ADALGISA

A vinícola surgiu em função do hotel butique, principal atividade da propriedade a 20 minutos de Mendoza. O vinhedo de apenas um hectare é quase um jardim de Malbecs com 100 anos de idade. Hóspedes podem provar os vinhos em degustações verticais (diversas safras) e participar de aulas de cozinha.

fincaadalgisa.com.ar

 

WEINERT

É um símbolo da escola tradicional mendocina. Os rótulos da linha Estrella (raros e caros) são cults, armazenados em barris de madeira por mais de uma década.

bodegaweinert.com

Weinert. Fachada da vinícola, de escola tradicional mendocina

Weinert. Fachada da vinícola, de escola tradicional mendocina Foto: Divulgação

LUJÁN DE CUYO

A cerca de 40 minutos do centro de Mendoza na direção sul, a proximidade dos canais de irrigação derivados do rio Mendoza fizeram as vinícolas concentrar suas atividades nesta zona. Grandes nomes estão ali, como Norton, Lagarde, Achaval-Ferrer, Terrazas, Cobos, Luigi Bosca e outros nomes familiares.

 

CATENA ZAPATA

Pelo histórico e pelo peso no mercado brasileiro, é um local que merece ser visitado. Logo na chegada, a construção em forma de pirâmide causa impacto. A limpeza do local e a sala de barricas em forma de anfiteatro impressionam. Nas diferentes versões de degustação, é possível provar vinhos que ainda estão nas barricas de carvalho.

catenawines.com

 

  Foto: Divulgação

VALE DE UCO

Um pouco além de Luján de Cuyo está o vale de Uco. A elevada altitude e o solo rico em calcário são a chave para o distinto estilo desses vinhos.

 

SALENTEIN

Bem próximo da Cordilheira, o lugar oferece bom pacote de atrações: ótimos vinhos, galeria com obras de arte e restaurante com vista deslumbrante para as montanhas. Prove a linha Numina, em especial Gran Corte e Cabernet Franc.

bodegassalentein.com

 

ATAMISQUE

Além da criação de trutas, a propriedade possui um lodge desenhado pelo badalado escritório Bórmida y Yanzón, um campo de golfe e um restaurante de cozinha creole.

atamisque.com

Navegue pelo mapa e encontre outros destinos gastronômicos:

 

Ficou com água na boca?