Paladar

Bebida

Bebida

Só de birra

Heloisa Lupinacci

India Pale Lager vira estilo oficial de cerveja

Edição 2019 do guia publicado pela associação de cervejarias americanas independentes define quatro novos estilos e consolida tendências

17 de maio de 2019 | 14:00 por Heloisa Lupinacci

Saiu a versão 2019 do guia de estilos da Brewer's Association, instituição que reúne as cervejarias independentes nos Estados Unidos. A publicação serve como baliza para julgamentos em campeonatos, mas também acaba sendo um espelho de consolidação de tendências.

Neste ano, entraram quatro novos estilos de cerveja:

 

  Foto: Denis Ferreira Neto|Estadão

● Juicy ou Hazy Strong Pale Ale

É o quarto membro da "família hazy" a entrar no guia. Hazy, ou juicy (ou ainda New England), é o prefixo que indica cerveja turva com muito aroma de lúpulo (especialmente os bem tropicais, como manga) mas baixo amargor.

● Contemporary Belgian-Style Gueuze Lambic

Tentativa de resolver um conflito e tanto que se arrasta há anos: lambic é como champanhe, um estilo associado a um lugar. No caso das lambics (e das gueuze), o vale do rio Zenne, na Bélgica. Mas cervejarias bem distantes de Bruxelas, especialmente nos EUA, também produzem lambics (cervejas feitas com fermentação selvagem, espontânea). Todo mundo ama lambic. As belgas ficavam bravas. As americanas ficavam tristes. Como resolver? Criando um estilo "tipo lambic".

● Franconian-Style Rotbier

Sempre tem um estilo alemão que remete aos tempos medievais para ser resgatado. A rotbier é uma cerveja avermelhada, de baixa fermentação, típica de Nuremberg, na região da Francônia.

● American-Style India Pale Lager

Aqui está a adição que me parece mais interessante – especialmente levando em conta que as "tipo lambic" produzidas nos EUA são caras e não chegam às prateleiras brasileiras.

India Pale Lager (IPL) é um nome já bastante usado e que descreve um dos encontros mais felizes do mundo cervejeiro. O perfil de lúpulo expressivo das IPAs encontra a base limpa e fresca das lagers. Resultado: uma cerveja festiva, alegre e fácil de beber. Pode ser mais leve, pode ser mais pesadona – no guia, a variação alcoólica, por exemplo, vai de 5,5% a 7% –, mas sempre tem aquela base limpa, para o lúpulo brilhar e a boca ficar pedindo mais um gole.

Há muito tempo que se discute por que diabos o estilo não estava no guia do BA. Resolvido, agora está e é só esperar que mais e mais IPLs deliciosas sejam produzidas e cheguem até as nossas geladeiras.

Algumas das melhores IPLs brasileiras estão esgotadas, caso da excelente Goodmorning Granny, colaborativa da Avós com a Jack Abby's, e da American India Pale Lager da Perro Libre. Quem sabe a oficialização do nome não traga de volta essas delícias?

Ficou com água na boca?