Paladar

Bebida

Bebida

Só de birra

Heloisa Lupinacci

Inglesinha de pegada moderna

Conheça as novas cervejas inglesas que chegam ao país

14 outubro 2015 | 19:27 por Heloisa Lupinacci

Se quando você pensa em cerveja inglesa, os rótulos que vêm à cabeça são New Castle Brown Ale e Old Speckled Hen, preste atenção às garrafas desta matéria. Elas são o começo de uma nova leva de cervejarias inglesas que chega ao Brasil.

 

FOTOS: Fernando Sciarra/Estadão

A Buxton Brewery, que acaba de chegar aqui, encabeça um movimento de renovação da escola inglesa, ao lado de nomes como Beavertown (que chega até o fim do ano, também pela WBeer) e Wild Beer.

Ficou com água na boca?

Como tudo que é tocado pela Revolução Cervejeira, a nova geração inglesa tem amor incondicional ao lúpulo e interesse incansável por novos estilos. E os dois aparecem na Fair Skyline, rótulo mais festejado entre os que desembarcaram aqui.

É uma berliner weisse (cerveja ácida típica de Berlim) que passa por dry hopping. A impressão que se tem ao cheirar a cerveja é de que leva alguma fruta (carambola, seriguela?), de tão exuberante. Mas na boca fica claro: é só lúpulo, muito lúpulo, lúpulo muito bem tratado.

A Buxton é importada pela Wbeer – e os preços indicados são da loja online. Em lojas físicas e bares que você pode encontrar barris dessas cervejas – na Almadas Beer Store, na Lapa, tem Far Skyline, Jaw Gate e Axe Edge (R$ 60 pelos três). Foi onde provei essas 5 cervejas em garrafa mais as versões em chope na companhia do sommelier Rene Aduan.

Buxton Fair Skyline

Origem: Buxton (Inglaterra)

Preço: R$ 18 (330 ml)

Dá vontade de passar o dia inteiro bebendo. É sapeca, não deixa a boca em paz: quando você acha que a decifrou, que a língua vai acalmar, ela pula para outro lugar – é acida, amarga, salgada e frutada. Tem cheiro de maracujá, carambola, e até pêssego. Combina com ostra fresca, vieira fresca… Se achar em barril, peça na hora. E, ao se servir da garrafa, atenção ao depósito de fermento no fundo. Ele é amargo. Sirva num copinho (e prove). Tem 4,9% de teor alcoólico.

Buxton Raspberry Rye

Origem: Buxton (Inglaterra)

Preço: R$ 26 (330 ml)

Castanha, a cor pouco lembra uma berliner weisse, que costuma ser amarelinha. No nariz, aparece uma nota tostada, que lembra caramelo, e que também não remete a uma berliner weisse com framboesa. Daí você dá o gole e, pronto, vem aquela acidez evidente. A framboesa tem uma expressão mais próxima da compota que da fruta fresca. É intrigante e muito integrada. Tem 4,9% de teor alcoólico. Combina com chèvre empanado e fim de tarde abafado.

Buxton Jaw Gate

Origem: Buxton (Inglaterra)

Preço: R$ 18 (330 ml)

Se tem uma coisa que inglês sabe fazer é equilibrar malte e lúpulo e essa cerveja é uma prova disso. O lúpulo tem tantas camadas que dá para gastar minutos elencando o que aparece ali: cítrico, pinho, fruta tropical, floral, herbal… é quase uma apostila de expressões aromáticas deste ingrediente. Na boca, o amargor é evidente – um pouco acima do que se esperaria de uma american pale ale. Tem 5,6% de teor alcoólico. Combina com frango assado com alecrim.

Buxton Axe Edge

Origem: Buxton (Inglaterra)

Preço: R$ 19,50 (330 ml)

É raro encontrar em uma IPA tantas e tão delicadas notas de malte como esta. Casca de pão, biscoito e mel são algumas das notas sutis que aparecem no nariz. Para complementar, o clássico buquê cítrico de lúpulo. Na boca, o amargor é claro e, na paralela, vem uma doçura um pouco menos intensa. Tem 6,8% de teor alcoólico. É um belo exemplar do estilo, boa para quem teme os excessos dos extremos. A palavra-chave é equilíbrio. Combina com ratatouille.

Buxton 9th Cloud

Origem: Buxton (Inglaterra)

Preço: R$ 24 (330 ml)

A double IPA é, comparada com a APA e a IPA, a mais equlibrada do trio (que é todo ele marcado por um bom equilíbrio). Malte e lúpulo estão juntinhos trabalhando lindamente em dupla. O malte é bem caramelizado, já com algumas notas de tosta. Já o lúpulo é menos evidente, fala menos alto, tem uma expressão mais refinada. As frutas dão lugar a um toque mais de compota. Lembra licor de laranja. Tem 8,2% de teor alcoólico. Combina com barreado.

Ficou com água na boca?