Paladar

Bebida

Bebida

Só de birra

Heloisa Lupinacci

Manual para reconquistar antigos parceiros de cerveja, sem esnobismo

Quando você descobre que foi além no entendimento das cervejas especiais, e deixou amigos para trás, é hora de convencê-los a entrar nessa brincadeira

23 agosto 2018 | 10:31 por Heloisa Lupinacci

Todo bebedor de cerveja conhece o drama: um dia você prova uma cerveja, acha boa, prova outra e outra, compra um livro, outro e outro. A coisa cresce. E sempre que você viaja, passa a encaixar visitas a cervejarias ou bares – mesmo que a viagem seja de metrô, para a Penha. Daí, um belo dia, você percebe que uma parte importante das pessoas de que gosta não dá a menor bola para o assunto. Na verdade, elas até acham meio chato que a cerveja que vocês sempre tomaram juntos já não é mais sua favorita.

Você pode se sentir sozinho, mas você sabe que esse é um caminho sem volta. A solução é tentar convencer amigos, familiares, paqueras e afins a entrar nessa história. Com boas estratégias (a mais importante é: zero esnobismo, repita comigo, zero esnobismo) e aproveitando as oportunidades que pintam no dia a dia, você pode espalhar a palavra e trazer mais gente para essa divertida brincadeira de ampliar os horizontes dos sabores que cabem num copo de cerveja.

Traga seus amigos para o mundo das cervejas especiais.

Traga seus amigos para o mundo das cervejas especiais. Foto: Kham|Reuters

Para o churrasco com amigos

TUPINIQUIM RED ALE

Preço: R$ 27 (1 litro) na Divvino.com.br

Dá para encontrar por menos em supermercados, como o Zaffari em São Paulo. Red ales costumam ser uma boa pedida para servir amigos que gostam de cerveja, mas não estão no clima do “coice de lúpulo”. Para os cervejeiros, churrasco pede IPA. Mas é legal lembrar que até anteontem todo mundo tomava standard light lager com carne assada.

A red ale tem aquele caráter maltadinho mais evidente, que ajuda a equilibrar o gole. Os garrafões da Tupiniquim são sucesso garantido no churrasco – você consegue reunir as atenções (se chegar com long necks ou latas, cada um pega uma e dispersa), servir todo mundo e transformar esse brinde num momento legal. 

 

  Foto: Tupiniquim

Para o almoço de família

MESTRE CERVEJEIRO + DUAS CABEÇAS HALLERTAU MOSAIC PILSNER

Preço: R$ 28 (500 ml) nas lojas da rede Mestre Cervejeiro

Poucas coisas são mais desastrosas do que querer enfiar goela abaixo de um convicto bebedor de cerveja convencional uma sour bem sour ou uma IPA bem amarga. É pedir para a pessoa pegar bode de cerveja artesanal. É melhor não forçar a barra. Como dizem os americanos, passinhos de bebê. Essa pilsen colaborativa da rede de lojas Mestre Cervejeiro com a Duas Cabeças é um passinho de valsa – que delícia de cerveja!

É uma pilsen com um tchãns de lúpulo a mais. Equilibrada, fácil de beber, some do copo. O mosaic, lúpulo mais frutadinho, aparece bem. Tente emplacar de “abrir os trabalhos” com ela, assim todo mundo presta atenção, você conta alguma história legal sobre o estilo, o lúpulo ou qualquer coisa (mas cuidado para não soar chato!).  A garrafa chega na loja de Perdizes no começo da semana que vem e já está disponível na loja de Guarulhos. 

 

  Foto: Mestre Cervejeiro

Para um jantar a dois

WÄLS PETROLEUM

Preço: R$ 18,25 (375 ml) no extra.com.br

Aqui a estratégia é não brigar com o vinho. Ainda mais se for no começo, um dos primeiros jantares a dois. Deixe o vinho fazer o duro trabalho de combinar com a comida (embora a gente saiba que cerveja pode muitas vezes ser uma opção melhor). E guarde a cerveja para o final.

Ela pode fechar o jantar, no lugar do café ou da sobremesa, ou ambos. Serve para esticar o papo, não deixar o jantar acabar. Aposte numa russian imperial stout, caso da Wäls Petroleum, fácil de achar, preço ok, fica tranquilo de a pessoa encontrar mesmo que a história de vocês não dê certo. 

 

  Foto: Wäls

Para dar de presente

CROWLER OU GROWLER DE SUA CERVEJA FAVORITA

Exemplo: Trilha Pils (1 litro) a R$ 50 na Trilha Cervejaria

Se você acha que o presenteado tem potencial de se interessar mesmo por cerveja, passe em seu taproom favorito (ou na sua loja/bar de cervejas favorito) e compre um crowler ou growler. Se tiver a oportunidade, aproveite para explicar a cerveja que escolheu, onde comprou e o que ele deve esperar dela.

Se não, se for uma festa ou algo assim, deixe num cartão ou mande por mensagem. O presente pode valer por um ingresso – o seu presenteado toma a cerveja, gosta, decide ir no lugar provar outras e, bingo!, é mordido pelo bichinho da cerveja. Missão cumprida!

Growler (garrafa de vidro) para comprar cerveja direto da fonte no seu bar favorito

Growler (garrafa de vidro) para comprar cerveja direto da fonte no seu bar favorito Foto: Fernando Sciarra|Estadão

Ficou com água na boca?