Paladar

Bebida

Bebida

Só de birra

Heloisa Lupinacci

Não espere doçura de uma cerveja cor-de-rosa

Esqueça o preconceito; cerveja rosa-choque é coisa boa. E refrescante. Confira a seleção que cai bem com o calor

18 outubro 2017 | 19:17 por Heloisa Lupinacci

Quando alguém enche o copo com uma cerveja rosa-choque, começa a aquele silêncio à mesa. Não tem como não parar para olhar. Quem gosta de cerveja sabe que é coisa boa – poucas experiências são mais explosivas que o primeiro gole de uma kriek, cerveja belga de fermentação espontânea maturada com cereja azeda. E quem ainda não circulou pelo território cervejeiro fica curioso. Cerveja rosa? É doce? Quase nunca, o mais provável é que seja ácida – e muito refrescante. Ao menos as desta página. A seleção aqui é para o verão, fim de tarde, espetinho de camarão, molho golf! Tudo rosado.

As frutas, claro, podem entrar em qualquer base e transformar as cervejas (é possível adicionar frutas vermelhas a qualquer cerveja e há ótimos exemplares bem escuros, como a Tupiniquim Monjolo Floresta Negra, mas vamos deixar esses para outra rodada).

 

Ficou com água na boca?