Paladar

Bebida

Bebida

O que comprar nas liquidações de vinho

Sommeliers indicam achados para temporada de bota-fora das importadoras

29 janeiro 2016 | 18:30 por Isabelle Moreira Lima

Chegou a época de bota-fora das importadoras de vinho. É possível achar pechinchas maravilhosas, mas também tem muito vinho no fim da vida útil e até mesmo com defeito. Para evitar roubadas, pedimos indicações a três sommeliers: Aldo Assada, Gabriela Monteleone e Lerizandra Salvador, que selecionaram boas compras nesta temporada. 

Começou a temporada de renovar a adega

Começou a temporada de renovar a adega Foto: Ed Lefkowicz|NYT

Em linhas gerais eles dão algumas dicas para navegar pelas ofertas:

1. Fique atento para vinhos de regiões mais obscuras, cepas desconhecidas ou safras antigas, e que não sejam reserva ou grand reserva, eles podem ser boas compras.

2. Cuidado com safras muito antigas. Geralmente, são os brancos, rosés e alguns tintos como Beaujolais que aparecem com os descontos mais altos. Se eles forem de seu interesse, procure o ano de produção. Essas bebidas costumam ser melhores com até 2 anos de vida. 

3. Prefira comprar na loja física, assim você pode verificar o estado da garrafa. Fique atento para vestígios de vazamento entre a cápsula e o rótulo. Rolha estufada é péssimo sinal, não compre. 

Veja as sugestões dos sommeliers:

LERIZANDRA SALVADOR

 

 

  Foto: Divulgação

Elena Walch Merlot Alto Adige

Alto Adige, Itália

de R$ 134 por R$ 80,40 na Decanter

De corpo médio e moderadamente tânico, este merlot italiano passa por fermentação tradicional e estagia em grandes tonéis eslovenos. Vai bem com coelho e goulash. Tem 13% de álcool.

 

  Foto: Divulgação

Altas Quintas Reserva

Alentejo, Portugal

de R$ 298,70 por R$ 179,22 na Decanter

Robusto e tânico, este alentejano traz aromas de frutas negras em compota e ótima acidez. Vai bem com cabrito e ensopados.

 

 

  Foto: Divulgação

Porto do Noval Black

Douro, Portugal

De R$ 219,40 por R$ 131,64 na Adega Alentejana

Um queridinho da crítica internacional, este fortificado produzido no Douro pode ser um acompanhante de chocolate amargo ou ingrediente para coquetel. Estagia em carvalho e aço por dois anos e tem 19,5% de teor alcóolico.

 

  Foto: Divulgação

Pingus PSI 2011

Ribera del Duero, Espanha

De R$ 278 por R$ 194,60 na Grand Cru

Este 100% tempranillo estagia em carvalho francês e concreto por 12 meses e tem dez anos de potencial de guarda. Vai bem com carré de cordeiro, paella ou filé chateaubriand.

 

GABRIELA MONTELEONE

 

 

  Foto: Divulgação

Champagne Pierre Moncuit Blanc de Blancs

Champagne, França

de R$ 393,14 por R$ 235,88 na World Wine

Feito apenas com a cepa Chardonnay do Grand Cru Côte de Blancs é feito em parte com a safra de 2002, considerada espetacular. Os aromas são de frutas brancas e cítricas, de mel e de pão. Com corpo médio tem ótimo frescor. Vai bem como aperitivo, com carnes brancas e frutos do mar.

 

 

  Foto: Divulgação

De Lucca Merlot Reserva 2007

Canelones, Uruguai

De R$ 71,19 por R$ 35,59 na Premium

Um varietal com aroma de frutas vermelhas maduras, é macio e tem taninos arredondados e corpo médio. Vai bem com carnes e massas

 

  Foto: Divulgação

Morandé Edición Limitada 2008 Syrah Cabernet Sauvignon

Maule, Chile

De R$ 220 por R$ 132 na Grand Cru

Este vinho intenso nos sabores e de estilo moderno do Chile estagia de 16 a 18 meses em barrica de carvalho -- francês para seus 50% de Cabernet Sauvignon e americano para os 50% de Syrah. Intenso e volumoso, traz aromas de cerejas negras e notas terrosas que se misturam a um toque defumado. Vai bem com carnes vermelhas grelhadas.

 

ALDO ASSADA

 

 

  Foto: Divulgação

 

Château Compassant 2004

Bordeaux, França

De R$ 185 por R$ 111 na Casa do Porto

Um excelente Bordeaux feito pelo Jean-Luc Thunevin, Bad Boy bordalês, está maduro e evoluído com notas de fumo, tabaco, mirtilos e terra molhada.

 

  Foto: Divulgação

7 Navas Selección 2007

Castela e Leão, Espanha

De R$ 99 por R$ 60 na Casa do Porto

Corte em que a Garnacha é a protagonista e feito pelo processo biodinâmico, apresenta ótima relação custo-benefício. É encorpado e opulento. Recomenda-se decantar antes de beber.

 

  Foto: Divulgação

Vinoptima Ormond Gewurstraminer 2006

Gisborne, Nova Zelândia

De R$ 302,23 por R$ 151,12 na Premium

Esta é uma aposta um pouco mais arrisacada: de um produtor aclamado por Robert Parker e famoso por produzir Gewurstraminers botritizados, é um pouco antigo demais. Mas, como o produtor é pequeno e seus vinhos tem fama de longevos, vale o risco, ao menos para uma garrafa.

 

  Foto: Divulgação

Quinta da Falorca Encruzado 2011

Dão, Portugal

De R$ 113,41 por R$ 68,05 na World Wine

Este é um caso de um branco que não só envelhece bem -- é inclusive melhor com mais tempo de garrafa. Mostra notas amendoadas, elegância e boa desenvoltura.

* Os preços dos vinhos da Decanter estavam incorretos. Os valores foram atualizados em 2/2/16, às 15h19.

Ficou com água na boca?