Paladar

Bebida

Bebida

Para entender e harmonizar o bordeaux

Por Luísa Melo

11 novembro 2012 | 14:17 por redacaopaladar

Especial para o Estado

Nesta segunda-feira, 12, os amantes dos vinhos de Bordeaux terão a oportunidade de aprofundar o conhecimento sobre a bebida em uma aula promovida pela tradicional escola francesa L’École du Vin de Bordeaux e que será ministrada pelo sommelier Rodolfo Chaves, professor da Associação Brasileira dos Sommeliers (ABS) e credenciado pelo Conseil Interprofessionnel du Vin de Bordeaux (CIVB), na França.

Na master class, os participantes vão ouvir sobre as características da região Bordeaux – como clima, solo, variedades de uvas – e entender como esses fatores influenciam nos vinhos lá produzidos. Serão apresentadas as denominações de Bordeaux e haverá uma degustação, começando pelos brancos secos, seguidos pelos mais fortes e terminando com os brancos doces.

Os alunos também irão aprender a escolher a bebida harmonizando-a refeição. “Eles saberão identificar qual vinho vai melhor com um peixe, uma carne, ou um molho branco”, explica a representante do CIVB no Brasil, Caroline Putnoki.

Ficou com água na boca?

Além disso, serão ensinados tópicos como variação de aromas, forma correta de armazenamento e processo de produção dos vinhos tintos e brancos. O evento ocorrerá no Senac Aclimação, das 15h às 19h. As vagas são limitadas e as inscrições custam R$ 50.

Na terça-feira, 13, haverá ainda uma aula exclusiva para alguns profissionais do setor. “O objetivo é educar os profissionais para que eles conheçam bem o vinho e possam orientar corretamente o consumidor. Ainda falta muito esse tipo de informação no Brasil”, afirma Caroline Putnoki. Quem irá ministrar a aula é o sommelier Homero Sodré, colunista da revista Vinho Magazine e também credenciado pelo CIVB.

O sommelier Rodolfo Chaves. FOTO: Divulgação

Famoso pedaço de terra

Bordeaux, na França, é a maior região produtora do mundo, não só em tamanho, como em diversidade de vinhos. De acordo com Rodolfo Chaves, existem lá pelo menos 57 microrregiões onde são produzidos vinhos com características diferentes. Segundo ele, além dos famosos vinhos tintos, também são produzidos os estilos branco, rosé, espumante, licoroso e um especial praticamente exclusivo da região: o Clairet – espécie de rosé encorpado. “Em Bordeaux, a maioria dos vinhos tintos são feitos com a uva Merlot, cerca de 70%. Outros 17% com Cabernet Sauvignon e o restante com as outras. Já os brancos mais sensacionais, em geral são feitos com a uva Semillón, que confere aromas e sabores florais à bebida”, diz.

Para os consumidores ainda iniciantes, o sommelier dá uma dica simples na hora de escolher um bordeaux: observar se no rótulo há indicação de que ele pertence a uma AOC (apelação de origem controlada). “É uma garantia de que o vinho obedeceu a uma sequência de normas que o governo impõe ao produtor para que ele tenha uma qualidade mínima”, afirma. E a safra também conta na escolha. De acordo com Chaves, a de 2009 foi eleita a melhor dos últimos dois séculos. Além dessa, ele destaca as dos anos 2005, 2003, 2000 e 1994.

SERVIÇO – MASTER CLASS SOBRE VINHOS DE BORDEAUX

12 de novembro, segunda-feira, das 15h às 19h

Senac Aclimação: Rua Pires da Mota, 838, Liberdade

Preço: R$ 50

Incrições pelo telefone: 4508-8465

Ficou com água na boca?