Paladar

Bebida

Bebida

Só de birra

Heloisa Lupinacci

Vá logo: celebradas cervejarias por pouco tempo em São Paulo

Poucos barris foram trazidos de avião para o Delirium Café e Empório Alto dos Pinheiros

13 janeiro 2016 | 18:18 por Heloisa Lupinacci

Um punhado de rótulos de duas celebradas cervejarias podem ser provados em dois endereços a poucas quadras um do outro – e por pouco tempo.

O Delirium Café tem três torneiras com rótulos da californiana Stone Brewing Co., do mítico Greg Koch, que em 2013 veio ao Brasil para o Beer Train da Bodebrown, discursou sobre o trem e depois se jogou nos braços da multidão.

A chegada de alguns poucos barris – trazidos de avião – marca a notícia do início da importação da marca para o Brasil pela Buena Beer. O copo de 190 ml (taça ISO) de Stone IPA, Stone Go to IPA ou Stone Ruination custa R$ 39. Paulo Almeida, um dos sócios da casa, estima que os quatro barris que vieram para cá (os outros foram para o Rio) devem durar até, no máximo dos máximos, sábado. Ou seja, se quiser provar, vá hoje.

FOTO: Heloisa Lupinacci/Estadão

A 500 m dali, no Empório Alto dos Pinheiros (EAP), de uma das torneiras sai a Rosé de Gambrinus, lambic com framboesa da cervejaria belga Cantillon (190 ml, R$ 39). Nesse caso, a urgência é um pouco menor: há mais quatro barris no estoque e algumas garrafas.

A Brasserie Cantillon é uma lenda. É uma das mais cultuadas cervejarias no mundo, de onde saem as mais cobiçadas garrafas de lambic, a cerveja de fermentação espontânea belga, ácida e complexa.

O mais recente lote importado para o Brasil, posto à venda no site da WBeer, esgotou em 20 minutos. Eram 60 garrafas de Rosé de Gambrinus e 60 garrafas de Iris. Algumas foram para o EAP – mais precisamente, 18 garrafas de cada –, onde custam R$ 209 (750 ml).

Nos próximos meses, a WBeer venderá, na sessão “indicação do beer hunter”, outros dois rótulos da Cantillon. A Vigneronne, que leva uvas Moscatel e é das mais procuradas da cervejaria, começa a ser vendida no dia 27/1. A Cuvée Saint Gilloise, que passa por dry-hopping com lúpulo alemão, começa a ser vendida em 17/2.

CANTILLON

ROSÉ DE GAMBRINUS

É uma lambic, cerveja de fermentação espontânea, com framboesas. É ácida, complexa e rosa pink. Em garrafa e chope no Empório Alto dos Pinheiros (EAP).

VIGNERONNE

Leva uva Moscatel na maturação, por isso tem notas bem frutadas. Com tempo de guarda, fica mais ácida. Será colocada à venda no site WBeer no dia 27/1.

IRIS

É uma lambic diferente: feita só com cevada (a receita original tem trigo) e lúpulo fresco (a original é com lúpulo velho). Apenas em garrafa, no EAP.

CUVÉE SAINT GILLOISE

Feita em homenagem ao time de futebol Royale Union St-Gilloise, essa lambic passa por dry-hopping de Hallertau. Será colocada à venda no WBeer em 17/2.

STONE

STONE IPA

Uma das mais celebradas india pale ales americanas, é puro lúpulo. Bem seca e amarga. Disponível em

chope no Delirium Café

RUINATION

Auto-proclamada a primeira double west coast IPA do “planeta”, é intensa, mais alcoólica (8,5%) e tem final seco. Disponível em chope no Delirium Café.

GO TO IPA

Versão menos alcoólica de IPA, essa session não pega leve no amargor, afinal, a Stone é declaradamente lupulomaníaca. Disponível em chope no Delirium Café.

Ficou com água na boca?