Paladar

Bebida

Bebida

Saca essa rolha

Isabelle Moreira Lima

Vinho da casa pode valer a pena

Rótulos com o nome do restaurante são sempre uma boa promessa, pelo preço e versatilidade. Provamos oito tintos e espumantes

27 de março de 2019 | 20:24 por Isabelle Moreira Lima

Beber vinho em um restaurante significa uma experiência gastronômica mais completa – mas uma conta maior. Por isso, o vinho da casa é boa promessa: teoricamente, deve ser mais barato que a média da carta, deve ser de boa qualidade (afinal, quem atrelaria o nome a uma bebida ruim?) e versátil para harmonizar com a comida local.

Nos últimos meses, têm surgido rótulos com um novo perfil e em lugares descontraídos, como pizzarias e bares. E se antes eram os tintos que brilhavam, chegou a vez do espumante, rei da versatilidade na harmonização. A má notícia é que poucos deles custam menos de R$ 100.

 

Ficou com água na boca?