Paladar

Comida

Comida

A goiabada de Maria de Lili ficou fora da lista...

Por José Maria Mayrink

23 junho 2011 | 17:57 por patriciaferraz

De dar água na boca as duas páginas em que Paladar meteu a colher nas receitas de goiabada, gostosura de sabor tão apreciado Brasil afora, mas principalmente em Minas Gerais, a terra de bom queijo, parceiro indispensável do doce.

Pena que a repórter Lucinéia Nunes não tenha avançado uns 20 quilômetros mais além de Urucânia para chegar até Jequeri, minha cidade natal, onde Maria de Lili – ou Maria da Conceição Gonçalves Niquini para os íntimos – produz Goiabada Caseira, assim sem outro nome, de excelente qualidade nos tachos de cobre do Sitio da Lagoa.

Sem menosprezar concorrentes, Maria de Lili com certeza entraria na lista das dez mais de Paladar, ao lado de marcas respeitáveis, como as de Ponte Nova, onde o compositor João Bosco, nascido e criado lá, buscou em parceria com Aldir Blanc a música e a letra do Rancho da Goiabada.

Ponte Nova tem goiabada-cascão com muito queijo, sobremesa para quem quiser comer antes do café e do beijo de uma mulata chamada Leonor, ou Dagmar. Jequeri também. Maria de Lili anota encomendas pelos celulares (31) 9998-4204 e 9828-6618, concidicionando a entrega à época da colheita da goiaba.

Notável. A goiabada de Maria de Lili, de Jequeri. foto Felipe Rau/AE

Ficou com água na boca?