Paladar

Comida

Comida

A vida do gourmet vai ficar mais difícil

Gourmets e bons vivants que preparem o bolso. Comer fora e se hospedar em um hotel na França deve ficar mais caro já no ano que vem. O governo francês anunciou na terça-feira, 6, planos de subir a TVA (taxa de valor agregado – similar ao ICMS brasileiro).

07 novembro 2012 | 22:51 por redacaopaladar

Esse aumento previsto na taxa cobrada de restaurantes e hotéis, de 7% para 10%, foi considerado brutal pelos comerciantes do setor, que, por meio de suas entidades representativas, posicionaram-se contra a medida, argumentando que ela pode significar um corte de dezenas de milhares de empregos.

“Tomamos um tapa na cara”, disse Roland Heguy, presidente da maior entidade representativa dos restaurantes na França.

A taxa que é aplicada a bebidas alcoólicas vendidas em bares, cafés e restaurantes também deve subir – de 19,6% para 20%. Mas antes mesmo desse incremento os bebedores de cerveja da França já se movimentam contra o aumento que perceberam no preço de uma demi-bière (copo de 500 ml), tão comum nos bares parisienses. Subiu, na média, cinco centavos de euro.

Uma petição já foi assinada por chefs, escritores e atores da terra do gastronomia e do savoir-vivre. “É a essência do café francês que vai sentir o impacto desse aumento e, de quebra, todo um modo de viver”, diz o texto do protesto.

Ficou com água na boca?

Restaurateurs e hoteleiros, que desde 2009 gozavam de uma redução na taxa aplicada sobre comida e hospedagem, terão agora que decidir se vão repassar o aumento aos clientes ou tentar absorver os custos reduzindo as margens de lucro.

“Vai ser realmente difícil para os restaurateurs”, disse Jerome Falouard, gerente do Louis D’Or, bistrô de Paris. “As pessoas vão prestar mais atenção ao que estão pagando. Talvez subamos os preços. Vamos ver.”

Com planos de incrementar a competitividade do país, o governo socialista de François Hollande anunciou isenções fiscais de até A 20 bilhões para empresas. O financiamento da medida viria, em parte, justamente desse aumento da TVA.

/AFP

>> Veja todos os textos publicados na edição de 8/11/12 do Paladar

Ficou com água na boca?