Paladar

Comida

Comida

Dicas para conservar seu pão de fermentação natural por mais tempo

A ideia é fazer você aproveitar ao máximo o seu pão artesanal feito com levain

07 de novembro de 2019 | 15:42 por Patrícia Ferraz, O Estado de S.Paulo

Está cada vez mais fácil comprar bons pães artesanais de fermentação natural em São Paulo. E além disso, tem cada vez mais gente fazendo pão em casa (ainda não tentou? veja aqui como começar).

O pão de levain, o fermento natural, é muito mais saboroso que o pão comum, com a casca dura, o miolo macio e o perfume intenso da fermentação. E dura mais que o pão comum, só que ele fica fresquinho, mesmo, só no primeiro dia, depois ele murcha. Isso é tão chato que alguns padeiros bacanas estão até colocando instruções de conservação nas embalagens. 

Pão artensanal de levain é sempre mais gostoso que os vendidos nos grandes mercados 

Pão artensanal de levain é sempre mais gostoso que os vendidos nos grandes mercados  Foto: Werther Santana/Estadão

E como a ideia é fazer você aproveitar ao máximo o seu pão de fermentação natural, aqui vão as dicas de conservação de padeiros descolados como Fernanda Valdívia, da Deli Garage, do Sauro Scarabotta, e da Izabel Tavares, que vende pães por encomenda.

São procedimentos que vão fazer seu pão durar muito mais – isso, é claro, se o pão não acabar no mesmo dia!

Dicas para conservar seu pão de levain por mais tempo

1ª Guarde o pão em saco de papel ou de pano 

Mas é importantíssimo esperar o pão esfriar antes de embrulhar, senão ele murcha. Só não deixe o pão desembrulhado, ao ar livre, ou na geladeira, senão ele vai ressecar e endurecer.

2º Se não for comer o pão inteiro logo, corte-o em fatias, ponha num saco plástico e guarde no freezer

Aí você vai tirando as fatias quando quiser comer e é só aquecer, na torradeira ou no forno bem quente, preaqueça o forno por uns cinco minutos antes de colocar o pão. E jamais ponha o pão no microondas, estraga, murcha e não tem salvação!

3º Quando o pão começar a ressecar

A dica é você molhar a mão na água e passar na superfície do pão. Só um pouquinho. E aí levar ao forno bem quente por alguns minutos, aproximadamente cinco minutos.

4º Se o pão já estiver bem duro

Quatro ou cinco dias depois, você vai precisar hidratá-lo mais seriamente. Abra a torneira e ponha o pão rapidamente na água corrente, um segundo, sem deixar encharcar. E aí você põe no forno quente.

Ficou com água na boca?