Paladar

Comida

Comida

Só de birra

Heloisa Lupinacci

Essa cerveja tem milho - e é boa

Mal vista entre os cervejeiros, a cerveja de milho pode ser boa, se bem feita; a Dogma acaba de lançar a Lite, inspirada nas american standard lagers

23 maio 2018 | 19:49 por Heloisa Lupinacci

Quantas pessoas você conhece que dizem: “eu não tomo cerveja de milho”? É um padrão. O bebedor começa a gostar de cerveja artesanal, descobre a polêmica dos cereais não-maltados (milho e arroz, usados na produção de cerveja comercial) e pega pinimba do milho. Ter ou não ter milho vira definidor da qualidade da cerveja.

Dogma Lite, feita com milho

Dogma Lite, feita com milho Foto: Heloisa Lupinacci|Estadão

Mas basta nadar um pouco mais para o fundo para entender que existem milhos e milhos. E que existem motivos diferentes para usar o ingrediente em uma receita de cerveja. E que o tal “mimimilho” é na verdade uma grande chatice.

A Dogma engatou nesta quarta (23) uma cerveja com milho, a Dogma Lite, inspirada nas american standard lagers, sim, as cervejas que todo mundo aprendeu a odiar (mas que, aposto, todo mundo toma em casa, sem tirar foto nem postar no Instagram). 

Ficou com água na boca?

Agora, é a Dogma, né? Uma das cervejarias mais sérias e criativas que a gente tem na praça. No Mondial de La Bière, que rolou no fim de semana, a cerveja mais bem avaliada foi a Morning Gringo, imperial stout da Dogma, que vai ser lançada em garrafa devido ao sucesso no festival.

Pois bem, vamos aos detalhes da Lite. Ela leva corn flakes, ou seja, flocos de milho assado. “O mais interessante é que quando dizem que as cervejarias usam milho não é exatamente verdade. Elas usam ‘high maltose de milho’, que é um açúcar, em pó. Nós usamos o milho mesmo e ele tem proteínas também – não é só o açúcar. É neutro do ponto de vista de sabor, mas dá textura à cerveja, ela fica macia”, explica Bruno Moreno, um dos sócios e cervejeiros da Dogma. 

A Lite tem 5,1% de teor alcoólico e passou por uma lupulagem caprichada com galaxy. É mais aromática que amarga e fácil-fácil de beber. Essa combinação – cerveja saborosa, leve e macia – é o grande atrativo das chamadas hop lagers, estilo que é a cara da cultura cervejeira brasileira (veja indicações).

A Lite está engatada apenas no pub da Dogma, custa R$ 20 (473 ml, ou R$ 17 a de 350 ml; R$ 11 a de 180 ml; e R$ 7 a de 80 ml). 

OUTRAS HOP LAGERS

​PAULISTÂNIA  VIADUTO DO CHÁ

Preço: R$ 20  (600 ml), no Eataly.

A Paulistânia tem acertado em cervejas fáceis, mas com estilos bem marcantes. A Caminho das Índias, IPA refrescante e de preço atraente, é boa pedida nos botecos. Agora, a cervejaria lança uma hop lager, com 5% de teor alcoólico. Boa candidata a cerveja para o dia a dia. 

 

  Foto: Paulistânia

CAPITU YOU

Preço: R$ 14 (300 ml), no Emporioveredas.com.br.

Com a vontade de aproximar  os universos do esporte e da cerveja, a cervejaria Capitu lançou a You, uma hop lager com teor alcoólico baixinho – só tem 3,4%. Essa é uma cerveja fácil de beber e que ainda por cima é produzida sem glúten – boa alternativa para celíacos. 

 

  Foto: Capitu

 

SERVIÇO

Dogma

R. Fortunato, 236, Vila Buarque 

Horário de Funcionamento: 17h/ 22h30 (sáb., 12h/22h30; dom., 14h/20h30; fecha seg. e ter.)

Ficou com água na boca?