Paladar

Comida

Comida

Este vício, o chocolate

* Jacques Trefois é empresário, gourmet e chocólatra desde de criancinha. Além de ser francês. Aproveitamos sua longa experiência como comedor de chocolate e pedimos que escolhesse seus favoritos atuais.

20 março 2013 | 22:37 por redacaopaladar

“Nenhum homem realmente se realiza até que ache seu vício”, diz um ditado popular. Pois bem, o meu vício eu descobri desde pequeno: chocolate. Sim, eu sou um chocólatra  Se tem chocolate em casa, eu como até que ele acabe. E posso afirmar que é muito, mas muito, raro não ter chocolate em casa.

Como chocólatra aplicado, elegi duas marcas que acho maravilhosas, entre as melhores que conheço, uma industrial e outra artesanal.

Em primeiro lugar, a industrial, que vem da Bélgica, o Côte D’Or. Principalmente na versão ao leite, que, ao ser consumida, penetra nas papilas, enche a boca e deixa-se mastigar por bastante tempo. É um prazer longo, maravilhoso. Devo confessar que desde que a marca foi vendida em parte ao grupo multinacional Kraft Foods, o Côte D’Or – que neste ano completa 130 anos e, para festejar, está distribuindo tíquetes dourados que valem uma visita à fábrica, no melhor estilo A Fantástica Fábrica de Chocolates – não tem mais a mesma qualidade. Mas ainda é uma delícia.

FOTO: Reprodução

O outro é um chocolate fino, francês e feito artesanalmente pelo chocolateiro parisiense Jean Paul Hevin. É outra história, um produto sublime, de finesse, delicadeza e sabor. O seu melhor é o chocolate preto, que pode chegar a 75% de bom chocolate. Henin prepara chocolates de várias origens:  Venezuela (um dos melhores), Madagascar, Equador, Gana, Brasil, Nigéria.

Hevin é um artista do chocolate, obcecado pela mais alta qualidade e, ainda por cima, é um chocolateiro criativo. Quem gosta de chocolate e estiver ou for para Paris deve ir a uma das três lojas dele. A da rue Saint Honore serve almoço rápido, doces e o melhor chocolate quente de Paris segundo o guia Figaroscope.

>> Veja todas as notícias da edição do Paladar de 21/3/2013

Ficou com água na boca?