Paladar

Comida

Comida

Filha de taiwaneses vende guiozas congelados para comer em casa

Simone Ye criou a Xiang Xiang para vender sua versão artesanal, em diferentes recheios, do tradicional bolinho chinês

11 julho 2018 | 20:30 por Renata Mesquita

POR AÍ - DICAS DA EQUIPE DO PALADAR

Guiozas são velhos conhecidos de quem frequenta restaurantes japoneses. Mas engana-se quem pensa que os pastelzinhos recheados têm origem no Japão. Foi na China, onde são chamados de jiaozi (pronuncia-se gi-ao-zi) que eles surgiram. Eles se difundiram no Japão após a 2ª Guerra Mundial, levados pelos soldados que retornavam ao país da Manchúria (território no leste chinês) ao final da guerra. Originalmente eram consumidos apenas cozidos na água ou no vapor e tinham massa mais grossa. Já nas mãos do japoneses passaram a ser oferecidos na versão mais leve e frita, com a casquinha crocante. Do Japão para o mundo, foram disseminados por restaurantes e imigrantes. 

Por aqui, além da opção de entrada em restaurantes orientais, o guioza também já é vendido congelado em mercados especializadas, mas muitas vezes os pasteizinhos pecam pelo acabamento ou recheio. Foi pensando nesta lacuna que Simone Ye decidiu desenvolver a sua própria receita. Ye, que é filha de taiwaneses, passou grande parte da infância comendo os guiozas, que para ela são sinônimo de conforto. 

 

  Foto: Daniel Teixeira|Estadão

Há três meses, abriu a Xiang Xiang Artesanal, dedicada aos pasteizinhos que faz em casa, com massa super fininha e fechados a mão, um a um. São seis opções de recheios (carne de porco com nirá ou repolho; carne bovina; frango, abóbora e vegetais) todos vendidos em embalagens de doze unidades por R$ 19 (mais frete). No site (xiangxiang.com.br) ela ensina a finalizar os seus guiozas que chegam sempre congelados e assim devem ir para a panela, no vapor ou na frigideira.

SERVIÇO

XIANG XIANG ARTESANAL 

Encomendas pelo (11) 98326-2769 ou pelo site xiangxiang.com.br

Ficou com água na boca?