Paladar

Comida

Comida

Madeleine e Wellington ao tucupi

Do livro cabeça sobre o ato de comer do italiano Nicola Perullo ao assado de paca da amazonense Dona Brazi, passando pelo filé wellington, o ceviche e aterrissando no grande cardápio do Brasil, um voo literário do Paladar .

27 novembro 2013 | 22:13 por redacaopaladar

Quem Colocou o Filé no Wellington?

Autor: James Winter

Um compêndio que vai agradar aos glutões curiosos. Neste livro, o autor, um britânico produtor de um programa culinário da BBC, conta a história de 50 clássicos do receituário internacional: desde o filé wellington do título – assim batizado pela semelhança do prato com a bota do duque que derrotou Napoleão – até as madeleines imortalizadas por Proust. Mas o livro não fica só na história: dá receitas também, já adaptadas na versão brasileira.

Cardápios do Brasil

Autor: Ana Luiza Trajano

O peso e o preço do volume valem pela pesquisa de peso. A chef Ana Luiza Trajano viajou o País desde 2003 para conhecer e reunir ingredientes e receitas de nossa cozinha. Entusiasmada, criou o restaurante Brasil a Gosto, em São Paulo. O livro traz 15 cardápios com receitas que cobrem as vertentes regionais da culinária brasileira, como o pato no tucupi paraense. Traz ainda um glossário fotográfico e uma lista de processos tradicionais, como a conservação na banha ou a feitura da farofa.

Dona Brazi

Autor: Maria da Paz Trefaut

Uma breve incursão pelos sabores da Amazônia: neste volume bilíngue – português e inglês –, é traçado o perfil da cozinheira Dona Brazi, de São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas. Alguns segredos da culinária baré e os pontos de contato dessa cultura com o establishment da gastronomia aparecem em textos e belas imagens. De quebra, compila uma série de receitas incomuns nas bandas do Sudeste, como um assado de paca ou um vinagrete de tucupi com saúva.

Ceviche

Autores: Dagoberto Torres e Patrícia Moll

O prato-título do livro, símbolo da culinária latino-americana que da costa do Pacífico ganhou o mundo, é esmiuçado. Mais que isso: o leitor fica querendo ir para a cozinha. O livro traz dicas valiosas de como limpar peixes e frutos do mar e descomplica o preparo do ceviche. As 30 receitas vão de clássicos de cada país a invenções do chef do restaurante Suri, em São Paulo, um dos autores.

O Gosto como Experiência

Autor: Nicola Perullo

Editora: Sesi-SP (192 págs., R$ 48)

É um livro cabeça, um ensaio não tão extenso, mas denso, do italiano Nicola Perullo sobre o ato de comer – “nem um pouco uma ação banal”, diz Massimo Montanari no prefácio. O gosto e o paladar são vistos da perspectiva filosófica. Perullo busca escapar do hermetismo, ainda que recheie sua prosa com academicismos. Sente-se falta de uma bibliografia no final do volume.

>> Veja a íntegra da edição do Paladar de 28/11/2013

Ficou com água na boca?