Paladar

Comida

Comida

Madeleines para "estragar" o almoço

Madeleines com mel (Foto: Janaina Fidalgo/AE)

22 abril 2011 | 16:06 por janainafidalgo

A primeira foi roubada do forno, só para ver se estava assada – não estava. A segunda, surrupiada na pia, enquanto a outra fôrma ia para a prateleira de cima, dourar mais. A terceira era para ter certeza de que estava pronta. Pausa para a foto (esta aí de cima). As outras madeleines sumiram da forminha, uma a uma, como se protagonizassem uma animação em stop-motion. Como cúmplice, apenas Billie Holiday – e a tortilla que seria o almoço.

As que sobraram, desenformadas (Foto: Janaina Fidalgo/AE)

Fazia tempo que não “estragava a refeição” com “besteira”, como a minha mãe (e todas as mães) diz (dizem). Fazia tempo também que eu não sentia compulsão por algo de comer. E aconteceu com as tais madeleines – não só estas, feitas hoje em casa, mas outras, preparadas pela Lucia Sequerra semanas atrás. Vendo-me comer uma madeleine atrás da outra com tanto gosto, tão pouco controle e total falta de modos (contrariando outra regra que mãe adora), achou por bem compartilhar a receita.

Desenterrei debaixo da mesa da Redação um kit com livro e forminhas de silicone que a Lucinéia Nunes, repórter do Paladar, ganhou e me deu. Funcionaram perfeitamente, ainda que as madeleines tenham saído pequeninas demais. Esta receita leva mel, e desconfio que foi isto que me fez “estragar” o almoço e dispensar a tortilla. Quando começaram a assar, perfumaram a casa, numa mistura voluptuosa de manteiga, mel e amêndoa.

Com chá de jasmim (ou um café coado bem gostoso), no chá da tarde, vão melhor que com suco de melancia no almoço… (Foto: Janaina Fidalgo/AE)

À receita-estraga-almoço: derreta 200 g de manteiga com sal (só tinha sem sal, coloquei umas duas pitadas à parte por minha conta). Enquanto isso, bata seis claras em neve. Quando a manteiga estiver bem douradinha, junte 1 colher (sopa) de mel (queria sentir o mel intensamente, então coloquei duas; a Lucia diz para pôr um bem perfumado, silvestre ou de flor de laranjeira… fiquei sonhando com um de uruçu ou de jataí, mas não tinha).

Numa outra vasilha, misture 200g de açúcar de confeiteiro com 100g de farinha de trigo e 100g de farinha de amêndoas (bati umas que tinha em casa, sem pele, no liquidificador). Acrescente a manteiga derretida com o mel e aos poucos coloque as claras em neve. Deixe a massa na geladeira por pelo menos duas horas, para que fique firme. Coloque em fôrmas de madeleine e asse em forno preaquecido a 200ºC até ficarem douradas.

Ficou com água na boca?