Paladar

Comida

Comida

Mon cher chef, por que você imigrou?

Por que você partiu? O ex-geneticista e hoje cineasta Eric Belhassen ouviu essa pergunta desde que emigrou da França para o Brasil, em 1997. E dela fez o mote do filme que tem pré-estreia nesta quinta-feira, às 20h, no Centro de Cultura Judaica, em São Paulo, (R. Oscar Freire, 2500), e entra em cartaz amanhã nos cinemas.

14 agosto 2013 | 23:19 por joseorenstein

Feita a um chef de cozinha, a questão parecia ainda mais pertinente: pois se o mais importante na gastronomia é a matéria-prima – conforme o papa da cozinha francesa, Paul Bocuse, diz no próprio filme – como deixá-la para trás, abandonar seu terroir?

Belhassen foi colher os depoimentos de cozinheiros que cruzaram o Atlântico. Laurent Suaudeau, Emmanuel Bassoleil, Erick Jacquin, Roland Villard, Alain Uzan e Frederic Monnier falaram ao documentarista, que também foi à França ouvir os pais dos chefs.

E assim, mais do que um filme sobre gastronomia, Por que Você Partiu? é sobre a relação entre pais e filhos – inclusive a do próprio diretor.

Em tom familiar, o filme mostra o bonachão Jacquin fazendo graça ao telefone de sua Brasserie. Em outra sequência, o chef não economiza palavrões ao dar uma bronca em sua equipe. E revela: “Na França, eu talvez tivesse um restaurantezinho uma estrela Michelin. Mas aqui tenho uma vida de rei. Somos os senhores da gastronomia.”

O dinheiro, a vontade de se aventurar, mulheres, ou uma missão dada por Bocuse – caso de Suaudeau– estão entre os motivos dos chefs para viver no Brasil. Um dos trechos que extrapola a dimensão pessoal dos cozinheiros é quando eles reclamam da falta de apoio a seu trabalho – que acaba por divulgar a França, embora a discussão sobre o lugar da tradicional cozinha francesa no mundo seja apenas esboçada, numa declaração de Alain Ducasse sobre a arrogância gaulesa.

A ausência notória é de Claude Troisgros, um dos pioneiros a aportar no Brasil nos anos 1980, com Suaudeau, hoje instalado no Rio de Janeiro. Belhassen diz que o chef foi insistentemente convidado a participar, mas recusou.

>> Veja a íntegra da edição do Paladar de 15/8/2013

Ficou com água na boca?