Paladar

Comida

Comida

Olibi vai além do azeite de oliva e produz também azeitona passa

Feitas a partir de azeitonas maduras desidratadas, as passas ganham contornos de petisco

06 junho 2018 | 21:09 por Ana Paula Boni

Dê uma azeitona para Nélio Weiss e ele fará uma “azeitonada”, se fosse possível, aos moldes de uma limonada. Quase isso, o empresário dono do azeite Olibi, na Mantiqueira, criou subprodutos curiosos (e saborosos) para aproveitar sua produção, que teve a primeira safra comercializada em 2017.

As novas azeitonas passas da Olibi

As novas azeitonas passas da Olibi Foto: Gabriela Biló|Estadão

Além de extrair o azeite e de fazer azeitona em conserva, passou a fazer passas de azeitona, desidratando as azeitonas mais maduras. “Até testamos com azeitona verde, mas o visual ficou esquisito. Daí a gente deixa a azeitona amadurecer o máximo possível no pé, para ficar assim preta”, diz Nélio. Com ares de uva passa, a azeitona passa ganha contornos de petisco, salgadinha. 

Com o fim da colheita e a poda das árvores surge outro produto: folhas secas para infusão. Mas essa novidade ainda não está disponível, já que o processo do chá leva de 60 a 90 dias para ficar pronto. Mas a azeitona passa, sim. O vidro, vendido pelo site da Olibi ou na fazenda, custa R$ 30. Ela é feita em processo de desidratação natural, sem aquecimento, que leva cerca de 40 dias. Nélio não conta o segredo de tudo, mas diz que usa sal marinho na desidratação, em local fechado, com as azeitonas suspensas. Para isso, usa as variedades arbequina e koroneiki, cujos tamanho e formato variam pouco de pé para pé.  

Ficou com água na boca?

 

SERVIÇO

www.olibi.com.br 

Ficou com água na boca?