Paladar

Comida

Comida

Os dez mandamentos da marmita perfeita

Quase sempre as promessas de ano novo passam pela cozinha, afinal todo mundo quer comer melhor e gastar menos. Confira cinco receitas para nunca mais errar na montagem

10 de janeiro de 2018 | 19:11 por Renata Mesquita, O Estado de S.Paulo

Comer de forma mais saudável, cozinhar mais, gastar menos, encontrar mais os amigos… Todo começo de ano as pessoas fazem suas listas de propósitos e desejos. Quando o assunto é viver melhor, ver os amigos e ser mais feliz, tudo o que o Paladar pode fazer por você é torcer para que realize seus desejos, mas quando as resoluções passam pela cozinha, aí sim, é com a gente. 

 

  Foto: Alex Silva|Estadão

Para dar uma força à sua meta de comer melhor e gastar menos, vamos ajudar a preparar e montar uma boa marmita – antes de mais nada, esqueça a imagem daquela vasilha de metal triste abastecida com todas as sobras da geladeira. Sua marmita pode ser de metal, simplezinha, sim, embora haja no mercado modelos incríveis com bolsas e potes térmicos (você vê confere aqui).

E também pode ser recheada de sobras, se forem apetitosas, por que não? Mas, ela não será triste de jeito nenhum depois de você ler os mandamentos da marmita perfeita e as dicas e as receitas dos chefs José Barattino, do Eataly, Tatiana Szeles, do novíssimo Marcha e Sai, e de Carolina Brandão, dos Las Chicas e Clementina. Ao contrário, sua marmita será cobiçada. 

Os dez mandamentos da marmita perfeita (leia antes de montar)

1. Prefira alimentos em temperatura ambiente, eles se conservam melhor e dispensam o trabalho extra de aquecimento. Saladas de massa curta e massas asiáticas funcionam bem.

2. Evite frituras, que perdem a crocância. Assados e cozidos no vapor ficam ótimos.

3.  Não feche a marmita com a comida ainda quente, ela continua cozinhando e vai murchar. 

4. Evite receitas com creme de leite, iogurte e maionese. Além de precisarem ser mantidos na geladeira, não se prestam bem ao aquecimento.

5. Invista nos grãos, muito além do arroz. Lentilhas, grão-de-bico, quinoa, feijão-branco, cevadinha, gelados mesmo, podem ser misturados com hortaliças ou legumes grelhados. 

6. Use folhas, mas atenção: leve molho e folhas separados (um outro truque é colocar o molho no fundo do pote e dispor os demais ingredientes e as folhas por último, deixando para misturar na hora de comer).

7.  Tomate também deve ser levado em compartimento à parte porque solta água. Boa saída é levar tomatinhos cereja inteiros.

8.  Escolha proteínas que podem ser consumidas em temperatura ambiente e de preferência já 

cortadas. Boas dicas são frango desfiado, carne em tiras. O mesmo vale para peru, pato, vitela, etc...

9. Evite peixes. Eles têm de ser conservados em geladeira 

e estragam fácil. Além disso, costumam ter cheiro forte (e você quer preservar a boa relação com o colega ao lado).

10.  Mantenha um pequeno arsenal no trabalho com talher, prato, azeite e sal. E não se esqueça de esponja e detergente. 

+ Onde encontrar utensílios para marmita na cidade

 

MARMITA DA TATI SZELES, DO MARCHA E SAI 

BIFUM COM LEGUMES AO CURRY 

 

  Foto: Tiago Queiroz|Estadão

O macarrão de massa de arroz "viaja" bem pode ser consumido tanto frio quanto quente, e é fácil combinar diversos outras coberturas. No seu minúsculo - a cozinha tem 7 m²  - "restaurante" em Higienópolis a chef vende marmitas (vazias) por R$ 20 para quem quiser só passar por lá para encher a sua vasilha e ganha desconto no valor do prato. 

ROLINHO VIETNAMITA 

 

  Foto: Tiago Queiroz|Estadão

O rolinho feito de papel de arroz também é coringa na marmita, as variações de recheios são incontáveis. A dica da chef tati Szeles é só deixá-lo coberto com um guardanapo de papel úmido para não ressecar até a hora do consumo. 

MARMITA DA CHEF CAROLINA BRANDÃO, DO LAS CHICAS 

ROSBIFE COM MOSTARDA ANCIENNE COM SALADA DE BATATA-DOCE E RÚCULA

 

  Foto: Tiago Queiroz|Estadão

O rosbife é uma outra ótima sacada para a marmita, além de poder ser consumido frio, pode ser preparado com antecedência e fatiado conforme o consumo. A mostarda Ancienne é a dica da chef para incrementar o prato. A versão da salada de batata-doce da Carol recebe um molho de roquefort e limão que dá sabor e ainda conserva. 

MARMITA DE JOSÉ BARATTINO, CHEF-EXECUTIVO DO EATALY

Frango assado com arroz vermelho e brócolis rama 

 

  Foto: Alex Silva|Estadão

Aposte nos grãos sempre. Vá além do arroz branco, misture com legumes assados e outras protéinas. Na sua marmita, o chef do Eataly preparou um frango assado bem temperado que fica delicioso até mesmo em temperatura ambiente. A dica do chef é escolher alimentos que entre o preparo e o aquecimento (muitas vezes feito em micro-ondas) não percam as características de sabor e textura.

NHOQUE COM LEGUMES DA PRIMAVEA NA MANTEIGA DE LIMÃO-SICILIANO

 

  Foto: Alex Silva|Estadão

Outro dica do chef  é pensar são pratos que "viajam" bem, ou seja que depois de transportados não sofram alterações significativas, sendo assim deve-se pensar em itens que possuam alta umidade, para que possam esquentar sem ressecar."

Confira mais uma seleção de receitas 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?