Paladar

Comida

Comida

Paulista vence Mundial de Queijos em Araxá

Queijo da Pardinho Artesanal produzido no interior de São Paulo foi eleito o campeão no 1º Mundial de Queijos do Brasil, que contou com 953 inscritos

14 de agosto de 2019 | 20:23 por Redação Paladar, O Estado de S.Paulo

O queijo Mandala, da Pardinho Artesanal de São Paulo, foi eleito o campeão no 1º Mundial de Queijos do Brasil, um concurso internacional realizado em Araxá, entre os dias 8 e 11 de agosto.

O queijo brasileiro de massa prensada feito com leite cru de vaca foi o primeiro colocado na competição, eleito por um júri especial. O segundo colocado foi o australiano Anthill, um queijo fresco de leite de cabra que tem formigas na casca - elas trazem sabor de limão e citronela.

Queijos distribuídos em mesas antes do início das avaliações

Queijos distribuídos em mesas antes do início das avaliações Foto: Debora Pereira

Em terceiro lugar, houve empate entre um francês e um brasileiro: o comté curado pela francesa Christelle Lohro e o queijo Mimo da Serra, de Christophe e Zeide Queijos Artesanais, produzido em Natividade da Serra, no interior de São Paulo – feito com leite de vaca cru, com a massa prensada, maturado na madeira por dois meses. 

O 1º Mundial de Queijos do Brasil reuniu uma seleção forte em Araxá. Ao todo, o concurso teve 953 inscritos (daqui e de fora) e premiou 239 queijos, entre nacionais e estrangeiros. Foram distribuídas 112 medalhas de bronze, 72 de prata, 35 de ouro e 20 de super ouro. 

O evento teve a participação de uma comitiva da Guilde Internationale de Fromagers

Os queijos foram avaliados e julgados por um batalhão de 160 jurados, composto na maioria por especialistas, mas também por produtores e consumidores apaixonados por queijo. Nos moldes dos concursos internacionais, foram montadas 57 mesas, com os queijos agrupados conforme o estilo, um trabalho intenso que começou às 5h e foi até as 8h, do dia 10 de agosto. 

“Nós vamos transformar Minas Gerais na França em termos de queijos”, afirmou o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, na abertura do concurso.

“Foi uma festa incrível, uma organização exemplar, todos ficaram muito satisfeitos e esse concurso agora vai ser uma tradição, ano que vem tem mais”, completou Ana Valentini, secretária de agricultura do Estado.

Ficou com água na boca?