Paladar

Comida

Comida

Como colocar as crianças para cozinhar com sabedoria

Aproximar os pequenos na cozinha é missão para gente grande – os três chefs brasileiros que colaboraram com o livro 'Childfood' dão seus pitacos para ajudar nessa empreitada

12 de julho de 2020 | 05:00 por Renata Mesquita, O Estado de S.Paulo

Despertar o interesse pela cozinha nas crianças, desde cedo, não é tarefa fácil. Mas, talvez com a ajuda do chef Massimo Bottura, eleito duas vezes melhor do mundo pelo ranking do 50 Best Restaurants, tal empreitada fique mais fácil. O livro Childfood – Receitas para Jovens Coolinary Explorers recorre aos grandes nomes da gastronomia internacional, como Bottura, para auxiliar os pais a aproximar as crianças da gastronomia. 

A publicação, que reúne 23 receitas de chefs renomados, entre eles o espanhol Andoni Aduriz e a francesa Dominique Crenn, conta com a colaboração de três nomes brasileiros: Bel Coelho, Guga Rocha e Jefferson Rueda

Banqueta. Bel Coelho e seu filho Francisco, que ajuda a preparar as refeições em casa 

Banqueta. Bel Coelho e seu filho Francisco, que ajuda a preparar as refeições em casa  Foto: Tiago Queiroz/Estadão

“Você aprende comendo, existe uma escola que é a cozinha, através dela é possível mostrar a cultura e os costumes do seu país e do mundo. A história pode e deve ser contada através um prato”, entrega Rueda, ao falar da importância do projeto. 

O cuscuz, receita escolhida pelo chef para compor o livro, traduz um pouco de tudo isso: “é uma receita que conta muito sobre o Brasil, é popular, barato, fácil de fazer e tem uma carga histórica muito forte”. 

Pai de dois meninos, o chef não é novo neste universo. Em 2016, lançou o livro A Cozinha Caipira do Chico Bento (Ed.Senac), em parceria com Mauricio de Sousa, que reúne pratos típicos da mesa caipira. À frente da Casa do Porco, em São Paulo, e também do Hot Pork e da Sorveteria do Centro, Rueda está sempre às voltas na cozinha de casa ao lado dos filhos e da esposa, a chef Janaina Rueda: “a dica é dedicação, tempo e paciência, tendo isso, o restante será só diversão”.

Equipe. O casal de chefs Jefferson e Janaina Rueda, com os filhos Joaquim e João Pedro 

Equipe. O casal de chefs Jefferson e Janaina Rueda, com os filhos Joaquim e João Pedro  Foto: Arquivo Pessoal

“Pão de queijo pra gringo fazer”

O chef Guga Rocha seguiu um caminho parecido ao incluir uma receita com a cara do Brasil no livro. “Queria uma receita que traduzisse um pouco da simplicidade da cozinha brasileira. Que as pessoas pudessem se associar e facilmente reproduzir em casa, em qualquer lugar do mundo e, assim, promover a cultura do nosso País.” Sagaz, Guga fez adaptações: substituiu o polvilho pela tapioca flour, que é mais fácil de se encontrar lá fora. Para ele, o caminho mais fácil para despertar o interesse das crianças na cozinha é ouvi-las, perguntar e entender o que elas gostam e fazê-las raciocinar sobre o alimento e o que estão comendo. 

Bel Coelho faz coro ao patriotismo gastronômico. A receita da chef escolhida foi o pirarucu à Brás, sua releitura do prato português com o peixe amazônico, que compõe o menu Herança Portuguesa criado para o Clandestino, inspirado nas memórias da sua infância ao redor da mesa da família portuguesa. 

Para o chef Guga Rocha, ouvir e entender o que as crianças estão sentindo ao comer é o primeiro passo

Para o chef Guga Rocha, ouvir e entender o que as crianças estão sentindo ao comer é o primeiro passo Foto: Henrique Peron

Mãe de dois meninos, a chef, desde cedo, trouxe os pequenos para perto do fogão. “Engajar as crianças na cozinha é um tema muito importante, acredito que faz diferença na relação deles com o alimento e com o que eles vão comer, tanto agora, como na vida adulta.”

Um banquinho, ao lado da bancada, está sempre a postos na cozinha da sua casa, “qualquer interação é bem-vinda, pode ser tirar a folha de salsinha ou cortar um pão, o importante é irem se familiarizando”.

Enquanto seu livro não chega – disponível na plataforma Kickstarter por US$ 35 – , os chefs abriram seus cadernos de receita para você não perder tempo e ir já para a cozinha testar os dotes culinários dos pequenos. Confira aqui. 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?

Tendências