Paladar

Comida

Comida

Sardinhas

25 setembro 2009 | 19:19 por lucineianunes

Divulgação

Um dos sabores da minha infância é o da sardinha assada na brasa feita por meus avós Zinho e Joana. Apesar de ser avessa à espinha de peixe, como qualquer criança – e a fumaça tomar conta do ambiente – o sabor da sardinha bem temperada me fazia trocar a brincadeira pelas mãos sujas enquanto tirava os pedacinhos de peixe para comer com pão. Hoje é a minha filha que repete o ritual com as sardinhas à portuguesa.

Por isso, vô Zinho, prepare a chapa! A próxima sardinhada será por minha conta.

Niels Andreas/AE

Receita do vô Zinho

Ingredientes

5 quilos de sardinhas limpas e com cabeça (isso é muito importante. Peça ao peixeiro para limpar sem tirar a cabeça)

½ maço de salsinha

1 cebola grande

½ cabeça de alho

10 folhas de louro

2 pimentas dedo de moça

½ garrafa de vinagre

Pimenta-do-reino

Sal a gosto

Preparo

Lave bem as sardinhas e reserve. Bata no liquidificador a salsinha, o alho, o louro, a pimenta dedo de moça e o vinagre. Cubra as sardinhas com esse molho e deixe por 2 a 3 horas. “É o suficiente. A sardinha pega o tempero rápido”, explica o vô Zinho. Depois tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto e leve à churrasqueira com chapa lisa preaquecida e umedecida com azeite. Disponhas as sardinhas lado a lado e deixe tostar por 3 minutos ou até que esteja no ponto, virando delicadamente com uma espátula para não quebrá-las e assar por mais 3 minutos.

OBS.: A vó Joana tem outra versão. Ela frita as sardinhas maiores e distribui em uma travessa, cobrindo com azeite (ou óleo), rodelas de cebola, pimenta picadinha e outros temperos, formando camadas de sardinha. E deixa descansar por algumas horas antes de servir.

Ceagesp – Av. Dr. Gastão Vidigal,

entrada pelo Portão 3, 3643-3700.

Varejões: 4ª, das 16 às 22 horas; sáb. e dom., 7 às 12h30.

Peixaria Millenium – Av. das Nações Unidas,

próximo ao portão 14.

Entrada pela R. Xavier Kraus, próximo ao portão 15.

De 2ª a sáb., 8 às 17 horas.

Ficou com água na boca?