Paladar

Comida

Comida

Sentidos apurados, alunos empenhados

Brincando de testar os sentidos (Foto: Tiago Queiroz/AE)

31 julho 2011 | 19:02 por janainafidalgo

Por Nathália Butti

Teve gargalhada e competição, mas não foi só brincadeira. A aula de Betty Kövesi e Gabriela Martinoli foi especialmente preparada para que as crianças aprendessem a usar o olfato e o paladar para identifcar os ingredientes que estavam presentes nos alimentos que degustavam.

As chefs dividiram a atividade sensorial em quatro etapas. Na primeira, o desafio da plateia mirim era desvendar a composição de iscas de frango empanadas. Após prová-las, receberam porções de castanhas de baru e de caju; flocos de milho sem açúcar; caju, salsinha; manjericão e coentro.

Entenderam como a castanha de caju era feita do cabo da fruta docinha que experimentaram e decidiram que só podia ser essa a origem do crocante do frango. Pelo cheiro, discutiram qual das ervas havia temperado as iscas, mas foi difícil chegar a uma conclusão. As professoras-chefs revelaram duas alternativas corretas: salsinha e manjericão.

A segunda etapa foi mais fácil. Tinham de acertar de que era feito o doce de leite. Lambuzaram-se na tarefa. Excluíram o leite de coco, o iogurte e o chocolate em pó e orgulharam as mestras com a uníssona resposta: “leite e açúcar”.

Na terceira prova, todos desconheciam a matéria: sorvete de cupuaçu. Ferveram o cérebro para reconhecer as frutas dos sucos que tomaram: maracujá, abacaxi e cupuaçu. Mas esfriaram a cabeça quando a taça de sorvete chegou, pois identificaram bem rápido o sabor da fruta que até então desconheciam.

O último desafio foi o mais complicado. O caramelo de café não é um doce tão popular e… é feito de café! “É tão amargo quanto pimenta”, “Eca!”, reclamaram os pequenos aprendizes quando degustaram e cheiraram um pouquinho de Nescafé. Mas o gosto “ruim” logo foi esquecido, pois provaram na sequência Ovomaltine, açúcar e mel. Apostaram na mistura Nescafé, açúcar, mel e tiraram nota dez na prova final.

Como na “escola” Paladar – Cozinha do Brasil a hora do lanche é sempre mais longa, ainda deu tempo para uma aula prática de revisão: a turma colocou a mão na massa e preparou deliciosas iscas de frango empanado com os ingredientes que, a essa altura, já haviam sido provados e aprovados pela sala inteira. Só reclamaram quando o sinal tocou e tiveram de se retirar. Que ninguém estranhe se os alunos das chefs exigirem ter lição de casa…

Além do blog do Paladar, você também pode acompanhar as aulas do Paladar – Cozinha do Brasil pelo Twitter, Facebook e ver fotos no Instagram do Paladar (programa de fotos do iPhone).

Ficou com água na boca?