Paladar

Comida

Comida

Teste das fondues prontas de caixinha

Degustação às cegas indica qual a melhor fondue pronta entre cinco marcas de mercados

31 de julho de 2020 | 16:00 por Danielle Nagase e Renata Mesquita, O Estado de S.Paulo

Bastou o inverno chegar para que as embalagens de fondue semiprontos voltassem a pipocar nas gôndolas dos supermercados. Com o passar dos anos, cada vez mais marcas nacionais arriscam-se na concorrência com as versões de queijo importadas, como a renomada Tigre, fabricada da Suíça e uma das mais badaladas por aqui. 

Bom para o bolso do consumidor, que agora pode escolher entre diferentes faixas de preço, nem sempre bom no paladar. Comedores de primeira viagem correm o risco de arrematar uma massa processada de queijo, com gosto e aroma artificiais, em vez do creme consistente e untuoso, feito com queijos de qualidade (geralmente gruyère ou emmenthal), além do toque de kirsch, a aguardente de cerejas.

Caixinhas a prova. Testamos cinco marcas de fondue pronta 

Caixinhas a prova. Testamos cinco marcas de fondue pronta  Foto: Tom McCorkle

Quer um dica? Antes de comprar, dê uma espiadinha na seção de ingredientes do rótulo. Em alguns casos, são tantos os aditivos que fogem à receita original que  já é possível eliminar alguns candidatos, por simplesmente não terem nada da fondue ali, chega a assustar. 

De olho nos riscos dessa escolha, o Paladar resolveu colocar essas fondues à prova. Com um júri formado por quem entende de queijos e de rechaud (Alain Poletto, Monica Resende, Patrick Martin e Renata Mesquita), organizamos uma degustação às cegas para avaliar aparência, textura, aroma e sabor dos produtos. As cinco marcas que participaram do teste - Campo Lindo, Faixa Azul, Polenghi, Président e Tigre - foram escolhidas em visitas a diferentes supermercados (Carrefour, Pão de Açúcar e Mambo), entre opções nacionais e importadas e diferentes faixas de preço.

Seguindo as recomendações de isolamento da Organização Mundial de Saúde (OMS) devido à pandemia do novo coronavírus, a prova ocorreu a distância. Devidamente descaracterizados, os produtos foram enviados à casa dos jurados identificados apenas por números, acompanhados das instruções de preparo (tal e qual estava descrito nas embalagens) e de um pão italiano a tiracolo  – pães de casca dura e miolo macio são os mais indicados para fondue (fica a dica).

Os jurados tinham cinco dias para degustar as fondues  – mas houve quem tenha provado tudo numa noite só. Suas impressões, assim como a ordem pessoal de preferência, foram coletadas por meio de formulário online.

Desse compilado, chegamos no ranking com as melhores fondues de queijo de supermercado. Agora, para quem se animar a executar a fondue do zero em casa, veja aqui como preparar receita clássica

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?

Tendências