Indústria da cerveja investe em inovação e cria opções da bebida para todos os gostos

Com escuta ativa, Ambev se mantém próxima aos fãs e busca encantá-los com novas cervejas, embalagens e soluções

05 de agosto de 2022 | 08:00 por Ambev, Estadão Blue Studio

Dourada e cristalina, a Spaten é produzida em seu país de origem, a Alemanha, há mais de 600 anos.

Dourada e cristalina, a Spaten é produzida em seu país de origem, a Alemanha, há mais de 600 anos. Foto: Divulgação/ Ambev

Ninguém sabe ao certo quando surgiu a primeira cerveja. Documentos históricos mostram que por volta de 2100 a.C. os sumérios, povo que habitou o sul da Mesopotâmia na antiguidade, alegravam-se com uma bebida obtida a partir de cereais fermentados. Eles dominavam os processos produtivos de 20 tipos diferentes e os utilizavam também para fins religiosos e medicinais. 

A cerveja ganhou popularidade ao longo dos séculos, sempre produzida a partir de quatro ingredientes: água, lúpulo, cevada e levedura. A água representa cerca de 90% a 95% da bebida. O lúpulo é o vegetal responsável por seu amargor característico. A cevada, o ingrediente principal. E as leveduras são responsáveis pelo processo de fermentação. É a terceira bebida mais consumida em todo o mundo, atrás somente da água e do café. 

Com o tempo e a evolução da bebida, a esses ingredientes básicos juntou-se uma vasta gama de insumos como frutas, cascas, vegetais, grãos, raízes, mel e condimentos, multiplicando as possibilidades e estilos da bebida.

Hoje em dia, o céu é o limite para a criatividade dos mestres-cervejeiros, que produzem bebidas cada vez mais elegantes e exclusivas para atender os paladares mais refinados. Se antes as opções de mercado eram poucas, hoje o consumidor encontra a sua disposição uma variedade surpreendente de estilos. 

Beck's é uma legítima German Lager Puro Malte.

Beck's é uma legítima German Lager Puro Malte. Foto: Divulgação/ Ambev

As novidades no mercado

Nesse ponto, a Ambev estabeleceu o conceito de escuta ativa, para entender as expectativas de consumidores que buscam novas experiências que se encaixem em seus gostos e estilos de vida. Para dar conta de uma demanda cada vez maior e mais exigente, foram investidos recursos em inovação, que se traduzem em uma variedade de marcas e rótulos, alta qualidade, além de embalagens práticas e sustentáveis. São cervejas com as mais variadas graduações de álcool (e inclusive sem álcool), com maior ou menor presença de amargor, mais ou menos encorpadas e com sabores diferenciados.

"Além de apaixonados pelo que fazemos, somos movidos pela satisfação dos nossos consumidores e por oferecer produtos que unem qualidade, inovação e criatividade. O nosso objetivo é proporcionar diferentes experiências, respeitando as preferências de cada um, levando uma diversidade de sabores e ingredientes para que o consumidor tenha mais poder de escolha. E isso está refletido no nosso portfólio, que traz uma gama de marcas que atendem diferentes paladares em diferentes momentos de consumo", afirma Laura Aguiar, Head de Conhecimento e Cultura Cervejeira da Ambev.

Cervejas da escola alemã

Destaque para a Spaten, dourada e cristalina, produzida em seu país de origem, a Alemanha, há mais de 600 anos. Leve e com boa espumantização, tem muito frescor, notas de malte e é ligeiramente herbácea. 

A Beck´s chegou ao Brasil no final de 2019 e foi uma aposta em cervejas de puro malte. É uma legítima German Lager Puro Malte, que segue à risca a lei da pureza da cerveja alemã desde 1873, sendo a cerveja alemã mais vendida no mundo. Seu teor alcoólico é de 5% e seu IBU (unidade internacional de amargor) é 20, superior ao de outras cervejas premium do mercado. 

Michelob Ultra é leve, refrescante, com baixo teor de carboidratos e apenas 79 calorias por long neck de 330 ml.

Michelob Ultra é leve, refrescante, com baixo teor de carboidratos e apenas 79 calorias por long neck de 330 ml. Foto: Divulgação/ Ambev

Sem glúten e com menos calorias

A Michelob Ultra é leve, refrescante, com baixo teor de carboidratos e número expressivamente reduzido de calorias - apenas 79 por long neck de 330 ml. 

Stella Artois Sem Glúten foi lançada no mercado em 2020.

Stella Artois Sem Glúten foi lançada no mercado em 2020. Foto: Divulgação/ Ambev

A Stella Artois Sem Glúten foi lançada no mercado em 2020, criada para atender à crescente demanda por alimentos e bebidas sem glúten. É perfeita para quem não abre mão de uma gelada que não interfira em sua dieta. A versão tem o mesmo sabor da Stella tradicional.

A Witbier mais premiada do mundo

A belga Hoegaarden estimula os consumidores a novas experiências sensoriais. Fenômeno de mercado, ela é uma cerveja com alto grau de fidelização entre novos consumidores. Leva em sua formulação raspas de laranja e sementes de coentro, que dão à bebida sabores e nuances aromáticos excepcionais. Não à toa é a Witbier (elaborada com trigo) mais premiada do mundo. 

Versão sem álcool da Hoegaarden, a cerveja mais premiada do mundo.

Versão sem álcool da Hoegaarden, a cerveja mais premiada do mundo. Foto: Divulgação/ Ambev

Ela é produzida na cidade belga de Hoegaarden desde o longínquo ano de 1445. Sua produção é mais complexa e demorada e é uma cerveja consagrada na Europa. De coloração amarelo-fosco, não é filtrada e tem espuma cremosa e duradoura; seu aroma alaranjado traz nuances florais e, no paladar, é aveludada e com notas cítricas de lima e erva-doce.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?

Mais lidas