Paladar

Receitas

Receitas

Fernando Sciarra
Fernando Sciarra

Prato do Dia

Patrícia Ferraz

Arroz carreteiro de churrasco

Para aproveitar as sobras do churrasco, faça um belo arroz de carreteiro, um clássico de Porto Alegre

por Patrícia Ferraz

Esse prato é um clássico de Port Alegre – um arroz de carreteiro preparado com sobras de churrasco.

Churrasco é prato de domingo na capital gaúcha, mas o carreteiro de churrasco não tem dia fixo. Tem gente que faz no domingo à noite, outros guardam a carne na geladeira para usar durante a semana. Aprendi a prepará-lo com d. Tereza, minha sogra – ela não é lá muito de medidas exatas, faz tudo a olho, e foi assim que me ensinou e é assim que faço. Calculei medidas, por minha conta, para publicar. Dá para aproveitar as sobras de qualquer carne – depois de tirar a gordura, para não ter ranço. Só que carreteiro de churrasco tem um porém: não leva linguiça. Nem coração de galinha.

Preparo

1Retire a gordura das sobras de carne de churrasco e corte-as em cubinhos bem pequenos (3 mm mais ou menos).
2Pique a cebola e os tomates (com pele, mas sem as sementes) em cubinhos, separadamente. Pique as ervas frescas.
3Numa caçarola funda, refogue a cebola no azeite, até dourar. Junte a cebolinha. Ponha os cubos de carne, mexa até aquecer. Junte o tomate, a salsinha e o manjericão. Misture.
4Junte o arroz, mexa bem e deixe refogar uns dois minutos. Ponha o purê de tomate, mexa mais um pouco e ponha a água fervendo. Cozinhe até o arroz estar macio. 5Sirva em uma travessa comum ou em pratos individuais. Se quiser, decore com mais salsinha e acompanhe com parmesão.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Ficou com água na boca?