Paladar

Receitas

Receitas

Prato do Dia

Patrícia Ferraz

Arroz com lentilha e especiarias

O famoso prato árabe pode ser feito de um jeito simples e muito saboroso

por Patrícia Ferraz

Este prato é um grande exemplo do poder de transformação que os temperos exercem. Tecnicamente, é só um arroz misturado com lentilhas. Mas para virar um dos grandes clássicos da culinária árabe, mistura-se canela e cravo em pó, uma boa dose de pimenta síria e cebola caramelizada. Essa é a base, mas a receita pode variar. Tem gente que inclui pedaços de frango, nozes, outros preferem colocar pistaches torrados. Faço do jeito mais simples, muitas vezes aproveito arroz já cozido (fica tão bom quanto se tivesse sido feito na hora neste caso), mas uma coisa não dispenso: as lentilhas verdes du Puy, que são mais tenras e delicadas que as lentilhas comuns. Elas fazem a maior diferença no resultado.

Na foto, Arroz com Lentilha

Na foto, Arroz com Lentilha Foto: Fernando Sciarra|Estadão

Preparo

1Ponha três colheres de azeite numa frigideira, aqueça, ponha a cebola e refogue, sem parar de mexer, até caramelizar. Ela tem de ficar escura, sem queimar.
2Tempere a cebola com sal e uma pitada de pimenta síria. Tire do fogo e reserve.
3Ponha o azeite restante numa panela grande que comporte o arroz e a lentilha. Aqueça o azeite e refogue a cebola cortada em cubos.
4Adicione as lentilhas já cozidas à panela, mexa e deixe refogar com a cebola por uns dois minutos.
5Tempere as lentilhas com o sal, a canela e o cravo em pó. Junte a pimenta síria.
6Adicione o arroz já cozido à panela com as lentilhas, aos poucos, mexendo para pegar bem os temperos.
7Aqueça as cebolas caramelizadas, espalhe por cima do arroz com as lentilhas e sirva.

 

Dica da Sommelière Daniela Bravin

Faz boa parceria com este arroz o vinho Maccagno Roero Arneis DOCG 2012 (R$ 95, na Wine O’Clock). Do Piemonte, na Itália, é um vinho leve, fino e elegante, evoca maçãs e frutas cítricas. Outra boa combinação é com o Dona Paterna Alvarinho 2013 (R$ 125, na Premium). Elegnate, fresco e mineral, esse vinho do Minho, em Portugal, tem aromas de frutas de polpa branca, tons salinos e florais.

Ficou com água na boca?