Paladar

Receitas

Receitas

Pedro Moscalcoff e Pedro Knoll|Estadão
Pedro Moscalcoff e Pedro Knoll|Estadão

Prato do Dia

Patrícia Ferraz

Caldo verde

Um clássico português, essa sopa substanciosa é feita com batatas, couve e paio

por Patrícia Ferraz

Uma das grandes invenções portuguesas – na minha opinião, perde apenas para os doces de ovos – o caldo verde é uma sopa substanciosa, que faz, sozinha as vezes de uma refeição completa.

A receita mistura couve picada fina, batata, cebola e linguiça portuguesa (paio). É prato perfeito para um dia frio.

Preparo

1Numa caçarola funda, refogue a cebola no azeite até amolecer. Junte o paio e metade da couve, deixe refogar por uns 2 minutos.
2Ponha as batatas, mexa para misturar, despeje o caldo de legumes, o dente de alho inteiro descascado e cozinhe até amolecer a batata.
3Tire do caldo as rodelas de linguiça e reserve.
4Bata a sopa no liquidificador: retire os sólidos, ponha no copo do liquidificador, tampe e bata até formar um purê.
5Depois junte o líquido do cozimento e bata até formar um caldo homogêneo e grosso.
6Leve de volta à panela, tempere com sal e pimenta, junte a linguiça e a couve crua restante. Mexa para misturar. Aqueça bem.
7Ponha em potes individuais. Para arrematar, regue com um generoso fio de azeite e sirva a sopa acompanhada de fatias de pão rústico grelhado.

Dica de vinho

Esse clássico português é um prato substancial. Por isso, corpo médio e taninos delicados são uma boa pedida para o vinho que for acompanhar o caldo verde. 

Ficou com água na boca?