Paladar

Receitas

Receitas

Dry martini: clássico da coquetelaria

Confira a receita o tradicional drinque, preparado por Alexandre D’agostino, barman do Spot

por Redação Paladar

O mais clássico dos drinques também é o campeão de controvérsias. Cada barman tem uma receita diferente e tenta convencer quem está do outro lado do balcão que a sua fórmula é que tem a proporção mais correta de vermute para gim. Alexandre D’agostino, do Spot, prepara o drinque em sua forma mais tradicional.

Preparo

1Coloque gelo em um copo V e em um mixing glass. 
2No mixing glass, coloque o vermute e misture por 10 segundos com uma bailarina (a colher da coquetelaria), até o copo ficar bem gelado. Dica: pegue o copo pela base, para não esquentar. 
3Dispense o gelo derretido - dessa forma, o gelo ainda inteiro e o aroma do vermute ficam no copo. 
4Coloque o gim no mixing glass e misture por 10 segundos. 
5Dispense o gelo da taça V (ele estava ali só para gelá-la). Transfira o drinque para a taça. Decore com uma azeitona. Dica: faça furinhos na azeitona com o palito de dente para liberar o aroma.  

RODADA DE CLÁSSICOS: 

Aprenda a fazer margarita, negroni, bloody mary e whisky sour

 

 

Ficou com água na boca?