Paladar

Receitas

Receitas

Prato do Dia

Patrícia Ferraz

Faça o seu próprio molho de pimenta sriracha

Esta é uma adaptação do molho de pimenta tailandês que virou febre nos Estados Unidos; confira a receita

por Patrícia Ferraz

Você já deve ter ouvido falar da sriracha, o molho de pimenta tailandês está em todas – e não por acaso. É quase cremoso, pouco picante e muito perfumado. Resultado: combina com tudo, do arroz de carreteiro ao sanduíche de frango empanado.

Sriracha é um molho tailandês feito à base de pimenta, alho, gengibre e vinagre.

Sriracha é um molho tailandês feito à base de pimenta, alho, gengibre e vinagre. Foto: Alex Silva/Estadão

Esse molho nasceu na cidade litorânea de Sri Racha, na Tailândia, e originalmente era feito para acompanhar peixes e frutos do mar. A autoria é controversa, mas a história mais plausível é a de que, na década de 1930, uma mulher local foi morar em Bancog, levou a receita e passou a vender o molho por lá.

Um imigrante levou o molho para Los Angeles nos anos 1980, começou a produzir para vender e foi aí que a popularidade do molho começou a crescer. Hoje ele anda rivalizando com o centenário Tabasco. É mais cremoso, menos picante e tem menos vinagre na fórmula, além de um toque de alho que completa o sabor.

Já existem várias marcas brasileiras de sriracha. Mas não é difícil fazer uma versão do molho – esta receita é adaptação de uma do livro Salgado, doce, defumado – frutas e vegetais em conserva; carnes e peixes curados, de Diana Henry (Editora PubliFolha). Não é fermentada. Eu reduzi o alho e o açúcar e não usei o molho de peixe, que é opcional. E a vantagem é que você ajusta o tempero ao seu gosto e evita os conservantes e espessantes dos molhos industrializados.

Minha recomendação é o cuidado ao lidar com a pimenta – ela queima e a queimadora dói mais que a de fogo, digo isso com conhecimento de causa: em um dos testes para a coluna, lavei e tirei as sementes sem luva e passei dois dias sem sensibilidade na ponta dos dedos. Meu conselho é: use luvas.

 

Preparo

1Ponha as pimentas, o gengibre, o alho, as raspas e o suco do limão em um processador e bata até obter uma pasta grossa.
2Coloque o açúcar numa panela de fundo grosso com seis colheres (sopa) de água. Leve ao fogo, mexa só até dissolver o açúcar. Deixe ferver até formar um caramelo.
3Junte a pasta de pimenta, o vinagre e o molho de peixe (se for usar) ao caramelo (cuidado, o molho vai chiar e pular!). Deixe ferver por alguns minutos. Desligue o fogo. Espere o molho esfriar. 
4Ponha o molho em um ou dois potes de vidro esterilizados, vede bem. 

O Sriracha caseiro é quase cremoso, pouco picante e muito perfumado.

O Sriracha caseiro é quase cremoso, pouco picante e muito perfumado. Foto: Alex Silva/Estadão

 

Como esterilizar potes de vidro 

Em uma panela grande, coloque o pote e a tampa e encha com bastante água. Deixe ferver em fogo alto por, pelo menos, 15 minutos. Desligue o fogo e retire o pote da água com cuidado, usando pinças de cozinha. Deixe esfriar de cabeça para baixo sobre uma grade, para que o ar circule por todos os lados.

Ficou com água na boca?