Paladar

Receitas

Receitas

Codo Meletti/Estadão
Codo Meletti/Estadão

Prato do Dia

Patrícia Ferraz

Filé-mignon à siberiana, com cogumelos e vodca

Clássico paulistano que nasceu no extinto Don Fabrizio, é receita das antigas, mas ótima e bem fácil de fazer

por Patrícia Ferraz

Esse é das antigas. Das antigas mesmo: fez sucesso no extinto restaurante Don Fabrizio, aberto na Alameda Santos, em 1958, por Fabrizio Tatini (pai do Mário, que anos mais tarde fundou o restaurante Tatini). Não cheguei a frequentar, mas o charme do Don Fabrizio eram os pratos de réchaud.

De tanto pedir este filé e ver o maître em ação, minha mãe aprendeu a receita e repetiu em casa muitas vezes. De vez em quando, também faço – é um prato datado, mas ótimo e fácil. Perguntei ao Thiago Tatini, bisneto de Fabrizio (e chef do Casemiro), a origem do prato. Ele conversou com a avó e me disse que, ao que parece, seu bisavô fazia o steak à diana e um dia resolveu inventar: colocou vodca (em vez de conhaque) e batizou de filé à siberiana

Preparo

1Tempere os filés com sal e pimenta-do-reino a gosto. 
2Derreta a manteiga na frigideira e grelhe os filés, dois de cada vez (se a frigideira for pequena, apenas um por vez, para não juntar água). Tire da frigideira e reserve.
3Ponha a manteiga restante na frigideira, sem lavá-la, para aproveitar o sabor deixado pela carne. Refogue a cebola e quando tiver murchado, junte o alho e refogue por mais 30 segundos.
4Leve os filés de volta à panela, acrescente o molho inglês, os cogumelos fatiados e deixe cozinhar por 5 minutos.
5Adicione a páprica e a mostarda em pó, misture bem.
6Junte a vodca, deixe evaporar, cozinhando o molho por mais dois ou três minutos.
7Acrescente o creme de leite, tempere com sal e pimenta, misture muito bem, cozinhe por mais alguns minutos. Finalize com salsinha fresca. 

 

Ficou com água na boca?